Arquivo da tag: SPFW

Tarsila na passarela

Quem achou que se tratava da pintora brasileira Tarsila do Amaral acertou em cheio. Mais uma vez, a arte e a moda se juntam para criar um festival de cores e formas inspirados nas belas obras da artista. Como a obra “Abaporu” um dos ícones do modernismo brasileiro.

Dessa vez, os quadros transformam-se em peças fluidas e acessórios da coleção capsula da Osklen.O empresário e artista Oskar Metsavaht brinca ainda com o formato e as cores de uma tela em branco, surpreendendo pela escolha e dando assim um ar minimalista a coleção.

A coleção é um desdobramento de uma mostra que terá como tema a artista em fevereiro de 2018. A exposição intitulada como “Tarsila do Amaral: Inventando a Arte moderna no Brasil” começara em Chicago onde permanecerá de outubro 2017 até janeiro antes de ir para o MoMA em Nova York.

Lembrando que é uma grande oportunidade para o cenário brasileiro das artes já que é a primeira exposição na América do Norte dedicada totalmente a artista que era uma mulher muito à frente do seu tempo e foi uma das principais figuras da arte moderna do Brasil, tendo contato diretamente com grandes artistas como Pablo Picasso e Fernand Léger.

*

Por Karine Holzmann, professora do Núcleo de Criação Sigbol Fashion

Referências: 1, 2 e 

Moda para todas as idades.

Já faz algum tempo que esse assunto está sendo abordado. Alguns criadores já perceberam que o publico maduro (acima de 50 anos), está crescendo, e tem muita carência na hora de comprar produtos de moda. Já foi o tempo que mulheres acima de 50 anos tinham aspecto de vovó, hoje elas estão mais independentes, modernas e precisam de uma moda que reflita sua personalidade.

No último desfile do SPFW44, alguns criadores como Ronaldo Fraga, Glória Coelho e a marca Lab desenvolveram uma moda para todos incluindo essa mulher madura.

A coleção da Glória Coelho abordou o empoderamento feminino e a inclusão em linhas subliminares. Na passarela aparecem mulheres de todas as idades causaram impacto. Para a estilista a moda inclui e o desfile passa a ter um novo sentido, com estilo para todas as faixas etárias.

Ronaldo Fraga apresentou uma coleção inspirada na moda praia dos anos 20, seu casting tinha mulheres de todas as idades e silhuetas.

A marca Lab, já algum tempo aposta na moda para todos, o clima da coleção é elegante, com uma pegada street e confortável.

*

Por Elizangela Gomes, professora no Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 67 e 8

O retorno de Amir Slama ao mundo da moda

Amir Slama para quem não conhece antes de trabalhar com moda, foi professor de história e também fazia planos de dedicar-se às pesquisas históricas.

Somente entrou para o mundo da moda, quando seu pai adoeceu, deixando para Amir uma confecção de roupas esportivas. Foi então que colocou a mão na massa. Na época era uma marca desconhecida. Para conseguir vender, sua equipe visitava as academias para oferecer seus produtos esportivos.

Em 1993 Amir Slama percebeu que faltava mais incentivo, assim nasceu a marca Rosa Chá, criando um estilo próprio de beachwear e estilo de vida, com saídas de banho, roupas e acessórios e suas campanhas estreladas por super modelos. Mesmo o Brasil sendo um país tropical percebeu que o beachwear não tinha bossa como ele esperava. foto 1 foto 2 foto 3 foto 4 foto 5 foto 6

Infelizmente em 2009, o criador se desliga da marca Rosa Chá, mas Amir não perdeu tempo e se reinventou. Não deixou a peteca cair e abriu a marca Amir Slama, hoje tem dois pontos de venda e com força total desfilou na última semana de moda do SPFW.

foto 7 foto 8 foto 9 foto 10 foto 11 foto 12 foto 13

Com esse tempo afastado do mundo da moda, percebeu ao olhar o mercado de outro ângulo, que o consumidor foi ganhando mais espaço e os estilistas devem sempre ficar atentos aos anseios e desejos, permitindo a customização, a maioria dos clientes querem produtos exclusivos.

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1234, 5, 6, 7 e 8.

Desfile de Samuel Cirnansck no SPFW N41

A 41° edição do SPFW estava recheada de peças em exposição com o tema “feito à mão”.

foto 15

Logo na entrada do evento nos deparamos com peças maravilhosas, que mostram o quanto é importante valorizamos produtos produzidos manualmente, essas peças carregam um pouco do DNA brasileiro, que estão presente em várias marcas desta temporada.

PAINEL 1

O Lounge da editora Caras estava no espírito eco fashion para receber seus convidados.

caras

 

Outra exposição que encheu de brilho os olhos dos visitantes, foram as peças de um concurso de joias , O Auditions Brasil promovido pela mineiradora AngloGold Ashanti. As peças em exposição são dos finalistas e vencedores da edição 2015. O estilista Fause Haten assina a direção criativa da premiação e da mostra. “Recombinações” foi o tema, que buscou unir ideias e elementos diferentes, perpetuando a lógica da inovação que move o concurso. Entre as 17 joias de finalistas, o público pode prestigiar as quatro peças vencedoras, criadas pelas designers Adriana Oliveira que ficou em primeiro lugar, Flavia Rigoni (2°Lugar), Camila Schmitt (3° lugar) e Isabelle Kowalski (4° lugar). As joias adornam os vestidos criados por Fause Haten feitos exclusivamente para a exposição.

PAINEL 2PAINEL 3

No dia 27 de abril profissionais do núcleo de moda da escola Sigbol foram prestigiar o desfile do designer Samuel Cirnansck, que apresentou uma coleção dos sonhos, uma moda sofisticada decorada na medida certa.

foto 34 foto 50

 

foto 51

Sua coleção apresentou ricos bordados, tecidos nobres, brocados, muitas flores e fitas. Samuel misturou o glamour dos seus vestidos a correntes e cadeados, dando um toque de rebeldia. Algumas modelos desfilaram com as mão amarradas com uma fita de cetim preta, segurando uma rosa.

PAINEL 4 foto 40

As modelos flutuavam com os esvoaçantes tecidos, os vestidos longos tinham modelagem estilo sereia com bordados pequenos e delicados os outros modelos eram mais curtos e elegantes. Mas o que chamou mais a atenção foram as aplicações de flores que apareciam nos vestidos e nos cabelos.

foto 35foto 36foto 38foto 42foto 43foto 44

Boa parte da cartela de cor era nude, o preto e o vermelho apareceram timidamente em algumas peças e entre alguns detalhes.

foto 45 foto 46 foto 47 foto 48

A atriz Lucy Ramos deu um show de beleza no desfile de Samuel Cirnasck.

foto 49

*

Por, Elisangela Gomes professora do Núcleo de Criação e Marjorie Campos professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 23456 e 7.

Cotton Project, sua estreia no SPFW

O evento mais esperado do semestre está por vir, cheio de novidades, novos nomes vão ser os destaques do SPFW.

foto 1

Aos 30 anos Rafael Varandas lidera a Cotton Project, marca paulistana que tem como foco produtos básicos com uma pegada twist fashion com referências do surf e do skate. A marca nasceu em 2008, mas oficialmente foi lançada no verão 2012.

foto 2

foto 3

Rafael diz que a maioria das peças que vão para o desfile do SPFW vão para a loja. Segundo o designer os produtos são comerciais, e a estratégia é mais ligada a uma imagem legal para a marca do que o lucro vindo da venda das peças. O designer está sempre aberto às parcerias com marcas menores ou maiores.

Untitled-1

A marca nasceu depois de uma viagem que Rafael fez para a Califórnia, com sociedade com o Acácio Mendes.

No início produzia camisetas e bermudas, hoje o carro chefe da marca são jaquetas estilosas com uma pegada minimalista e vintage.

Untitled-2png

Segundo Rafael “para a casa dos criadores desenvolveu uma coleção mais leve, o SPFW é uma evolução, com certeza, tem uma pressão maior, principalmente pela falta de pretensão em ser uma grife de alta moda”. Mas Rafael e Acácio estão muito animados em fazer parte do calendário de moda.

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16 e 17