Arquivo da tag: Moda

O que é uma Maison?

M 2O termo surgiu em meados do século XIX quando Charles Frederick Worth, famoso costureiro francês, abriu sua própria casa de alta costura. As atividades de Worth eram especializadas na confecção de peças de vestuário para a alta sociedade.Gif 1

Neste período, a burguesia havia conquistado grande influência e poder aquisitivo. E passou a ter acesso a artigos de luxo, tecidos finos e à mão de obra especializada, que antes era privilégio exclusivo da aristocracia. O que provocou incômodos aos nobres, que se viam obrigados a modificar suas roupas frequentemente para se diferenciar. Assim surge o sistema de moda que conhecemos hoje.Gif 2

Worth criou peças únicas que foram apresentadas em salões luxuosos, por jovens que desfilavam elegantemente, e que mais tarde passaram a ser manequins e top models. A partir daí, surgiram vários nomes, que se projetaram na Alta Costura. Vivendo em um cenário cheio de riqueza, cercado de grandes artistas.Gif 3

Mas a chegada do prêt-à-porter, nos anos 60, provocou o início da decadência da alta costura. Aos poucos, a facilidade de comprar roupas prontas em diferentes tamanhos e a preços atrativos, transformou a mentalidade dos consumidores. E grandes passaram a atuar também no mercado por uma questão de sobrevivência. A moda se transformava cada vez mais.M 1

dior

Então, Galliano assumiu a criação da Givenchy e provocou uma profunda revitalização e atração da mídia para os artigos de alta costura, com sua imensa criatividade. Desde então, apesar de altos custos das peças (com um número cada vez mais restrito de clientes), a alta costura voltou a ser o ibope da moda, da arte e das tendências.

tumblr_mhmli75xkH1qg3ttqo1_r2_250

 *

Por Paola Sanguin, professora do núcleo de criação da Sigbol Fashion.

Referências: 12, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13.

Apostila de Estilo

Moda conceitual ou moda comercial?

A cada semestre novas tendências são apostas dos desfiles nacionais e internacionais, mas sempre há uma dúvida: o que é moda conceitual?

foto 13

Moda Conceitual é uma forma de comunicação que os estilistas utilizam para expressar sua criatividade, um conceito e suas ideias que estão propondo para aquela estação (cores, formas, estampas e tecidos). Nas passarelas, esse conceito é apresentado em grandes produções reforçando o tema. Geralmente os looks são exagerados para ressaltar a ideia do criador, acompanhados de cenários vultosos, estratégias, maquiagens, cabelos e sonoplastia.

foto 1 foto 2 foto 3

A moda conceitual serve para o espectador analisar, refletir e entender, os desfiles servem para reforçar o posicionamento vanguardista da marca. O principal não é vender os produtos, mas vender o conceito, assim os estilistas que fazem moda conceitual são autorais e não seguem as principais tendências, porque são eles referência para as próximas tendências.

foto 4 foto 5

O cenário, a música, a roupa e a modelo compõem todos os elementos de uma história a ser contada, as modelos são transformadas em personagem e ficam irreconhecíveis.

Uma característica muito forte da moda conceitual é o exagero dos recursos na comunicação do conceito do estilista. Algumas pessoas se apaixonam, já para outras causa estranheza.

foto 6 foto 7 foto 8Nos desfiles conceituais, a maioria das peças é exclusiva, e acabam virando referência para a produção de peças comerciais. Ou são vendidas para uma cliente sob medida. Em outras palavras maior parte das peças conceituais não é usável.

foto 9 foto 10 - Cópiafoto 11

Diferente da moda comercial que está pronta para ser vendida e aceita, formas, cores, estampas, tecidos e estilos que estão de acordo com os desejos do público alvo.

foto 12

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 123456789101112131415 e 16.

Fotografia de moda.

Fotografia de moda é aquela que une conceitos comerciais e artísticos, devendo transmitir uma ideia e um estilo distintos, especialmente produzidos com o objetivo de difusão comercial de peças de vestuário, acessórios, adereços e produtos de beleza. Ou seja, é um veiculo para divulgação de um produto ou de uma marca.

Um dos principais mercados para a fotografia de moda é fornecido pelas revistas especializadas, tanto do segmento feminino como masculino. A fotografia de moda também está presente nos cadernos ou em seções de moda dos jornais diários e em books que algumas agências de modelos desenvolvem para registrar os trabalhos dos manequins, e através do mesmo conseguir novos trabalhos.

As primeiras fotografias voltadas para a moda valorizavam extremamente o vestuário, promovendo apenas os produtos a serem vendidos, não se preocupando, muitas vezes, com o cenário, a composição da foto e até com a própria modelo. O objetivo era exibir a peça para o seu consumo.

foto 1 foto 2 foto 3

Nos dias atuais é diferente, a fotografia de moda evoluiu junto com a realidade do consumidor, se adequando cada dia mais ao novo sistema de consumo.

Com o crescimento do mercado, as pessoas tiveram mais acesso a um mundo de informações, assim ficaram mais exigentes quanto às experiências do próprio olhar.

Daí em diante criou-se um novo olhar e outra mentalidade, voltados para um comportamento existencial, conectado diretamente ao emocional, despertando o desejo do consumidor. A produção fotográfica passou a valorizar mais o comportamento em que determinada marca quer estar conectada, ao estilo de vida.

foto 5 foto 6

Agora a fotografia de moda assume características distintas das outras áreas da fotografia, por criar um universo de significados dentro de uma única imagem, onde as cores, as formas e as expressões se misturam em cenários que, muitas vezes, desafiam os limites da imaginação.

Não existem limites para a criatividade, as inspirações vêm da historia, dos livros, das músicas, do velho e do novo. Quanto maior a relação emocional com o produto, mais forte será a atração do público consumidor.

foto 7 foto 8 foto 9

Para um bom resultado, é necessário que o profissional responsável esteja sempre conectado à moda e em tudo o que acontece no mundo. E o principal é entender o comportamento do consumidor, fazer muita pesquisa, muita coleta de imagens e ter um olhar sensível, não é só sair clicando.

foto 10 foto 11 foto 12

O fotógrafo precisa dominar as técnicas, tanto em ambientes externos quanto no estúdio, principalmente conhecer a iluminação do local em que as fotos serão tiradas.

É necessário observar de onde vem a luz, e quais os melhores ângulos que podem ser aproveitados no local. E é de extrema importância que o fotógrafo saiba dirigir a(o) modelo, coordenando suas poses e saiba aproveitar o melhor que ela pode oferecer.

foto 13 foto 14 foto 15 foto 16 foto 20

Existem alguns cuidados que o profissional precisa saber, um dos principaisl é conhecer o foco da campanha para traduzir nas imagens. A escolha do cenário é muito importante, o mesmo não pode chamar mais atenção que o produto.

Quando a composição da foto está impecável acaba despertando no consumidor o desejo de viver aquele estilo de vida e quando isso acontece o trabalho foi bem sucedido.

Para garantir sua posição em destaque no mercado é preciso não ter medo de arriscar, ter criatividade, iniciativa e inovação.

foto 4 foto 17 foto 18

Muitos profissionais usam como fonte principal de pesquisa um olhar atento  de como as pessoas se apresentam diante da sociedade, sua rotina em ambiente urbano e como elas se vestem. Tudo isso ajuda a determinar as novas tendências de consumo que estarão presentes nas fotografias de moda de grandes fotógrafos.

foto 19 foto 20 foto 21 foto 22

*

Por Elizangela Gomes, profesora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1234567 891011121314151617181920212223242526 e 27.

Creative Friday – Anime

O Creative Friday de hoje foi invadido por inúmeras animações vindas diretamente do Japão!giphy

No final da Segunda Guerra Mundial, muitos artistas japoneses tiveram contato com a cultura ocidental, e muitos foram influenciados pela cultura pop dos Estados Unidos, passando então a produzir suas próprias animações (Anime).

O anime é tradicionalmente desenhado a mão. Mas com a tecnologia tão avançada, passaram a ser produzidos em computadores.

tumblr_mri1yd35DP1qzkegeo1_500

Tem anime pra todos os gostos, e quando eu digo pra todos os gostos, são TODOS mesmo!!!! Os temas são bem variados: dramas, ficção, terror, aventura, psicologia, romance, comportamento, mitologia, hentai, yaoi, etc. Até meio impróprio pro horário comentar sobre isso.

Essas animações não fazem só sucesso no Japão, mas no mundo inteiro. Existem muitos eventos, os quais fanáticos por animes e mangás se vestem dos seus personagens favoritos (cosplay) e até participam de concursos pra decidir qual ficou mais idêntico.tumblr_muq281vcUS1si77cco1_500

E aqui no blog, é você quem vai dar play na sua telinha e assistir ao seu anime favorito! Bora:

Painel Anime

d5d5e5d1c2cbf3f9c3be3c4d441bf340

CRISHARANINPRIcintiawp_20160212_12_35_50_pro (2)IMG_20160211_231541
Creative Friday - ANIMEpaola1andreiaCREATIVE 001paola eli

tumblr_inline_n5sh7ukY1B1rsbd84

 

Booker, caçador de newface.

Nas semanas de moda, todos estão com os olhos voltados para as novas propostas de estilo, cores, shapes e matérias primas. Os estilistas são os mais citados nestas temporadas.

Mas quem é o responsável pela escolha de novos rostos para cada desfile?

foto 5

Existe um profissional que sai a caça do novo rosto que ira fazer sucesso no mundo da moda. O booker é esse profissional ele sai mundo afora procurando novos modelos para que atenda a rotatividade de uma agência de modelos.  Dentro da agência ele direciona a carreira da modelo para as marcas e clientes que eles acham que tem o perfil.

foto 1 foto 10

Geralmente um booker trabalhou como assistente em agências de modelos, assim adquiriu experiência necessária para ser um excelente profissional.

O booker é responsável por mandar o material das modelos para os clientes, agenda as reuniões e castings com as marcas, para direcionar a modelo para uma carreira de sucesso.

foto 2 foto 3

As semanas de moda são uma época muito atarefada para esses profissionais, pois os bookers são responsáveis por levar as modelos em castings já pré-selecionados por eles, e também acompanham as modelos nas provas de roupas e no desfiles.

foto 6 foto 7 foto 8 foto 9

Para quem tem vontade de ser um booker a dica é trabalhar como assistente, assim terá oportunidade em observar de perto como funciona a rotina de um profissional. Estar bem informado sobre o mercado de moda também é fundamental.

Atualmente não existe formação para a profissão de booker, mas é necessário ter esse feeling do mercado.

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1234567891011 e 12.