Arquivo da tag: inverno 2016

O que vamos ver no Inverno 2016 ?

A moda não para! E como informação nunca é demais, fiquem atentos às tendências que podem aparecer no inverno:

  • Gender Bender

“Mas esse modelo é homem ou mulher?” É esse tipo de indagação que o movimento gender-bender traz juntamente com peças em alfaiataria e cores neutras, brincando com os limites de gêneros e indo além do que já conhecemos como feminino e masculino.

bender

 

  • Conjuntos

Paletós com saias, calças ou pantacourts, com estampas iguais ou lisos da mesma cor formam outra tendência gritante para o inverno.

conjuntos

 

  • Maxi casaco em alfaiataria

Segundo muitos estilistas, o inverno vem frio esse ano (muito frio!) o que dá espaço para a peça chave da estação e aposta de muitas grifes: o sobretudo! Desta vez em tamanho exacerbado abaixo dos joelhos e muitos modelos chegam a tocar o chão.

maxi

 

  • Ombros à mostra

Característica e tendência de verão migrará também para o inverno com recortes e detalhes.

ombros

 

  • Pantacourts

Tendência de verão 2015 (como já vimos aqui) que continua no inverno de 2016, a pantalona cropped.

panta

 

  • Pele animal

Tendência que deixará a temporada de inverno mais sofisticada, a pele animal (sintética, por favor!) se fez bastante presente nos desfiles masculinos em detalhes e em peças inteiras.

pele

 

  • Listras em p&b

Abandonando o óbvio, essa tendência se faz em texturas, tamanhos e ângulos diferentes .

stripes

 

  • Tons terrosos/naturais

Marrom, vermelho, verde e tons alaranjados fazem parte da cartela de cores para o inverno. Tons outonais referentes à natureza.

tons

 

  • Transparência

Entre tramas espaçadas e rendas, a transparência que já é tendência de verão estará presente também no inverno.

trans

 

  • Vestido “tubinho”

Ícone moderno, o vestido tubinho tem referência direta com os anos 60 com pegada futurista e criativa.

tubinhos

 

  • Veludo

Outra tendência masculina que migrou para as passarelas femininas foi o veludo em looks inteiros combinado com rendas e bordados.

veludo

 

*

Por Mayara Behlau, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, e 3

Trend Alert inverno 2016: Estampa Animal!

painel

Que a brasileira ama animal print, já não é novidade, bonitas. Apesar de já ter sido alçada a posto de estampa trend, depois cafona (e depois trend e cafona de novo!), a estampa animal, mais precisamente a oncinha, volta com tudo pro nosso inverno 2016.

painel2

Sempre igual, mas diferente, desta vez a novidade são as variações de cores aliadas aos recursos gráficos de estamparia digital. Em tamanhos grandes ou manchas pequenas, além de fundos de cores variadas (azul royal, laranja forte, beirando o ocre, verde floresta, etc) e combinações inusitadas.

A estampa de oncinha, apesar de normalmente associado ao estilo sexy, neste momento pisa forte no campo do dramático: junto à modelagens oversized em casacos retos ou acinturados, além de calças pantalona e alfaiataria em geral, torna-se um chamativa sem ser agressiva. O fato de aparecer agora em formato estilizado torna o interesse visual ainda maior, bom para ser usado com uma peça pontual (uma peça estampada, por exemplo, misturada à outras de cores neutras), e misturada ao preto, cinza, branco, marrom, caramelo, bege, marsala e azul escuro.

painel3

Aproveite para preparar-se também para as demais estampas estilizadas: as de zebra e girafas estarão em alta também na próxima temporada!

painel 4

*

Por Haranin Julia Maria, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 12345678910111213141516171819 e 20.

Está com frio? Cubra-se!

Por aqui adoramos o inverno. Além do friozinho gostoso, época dos casacos, blusas quentinhas e botas pra todo lado! Neste inverno, porém, temos uma infinidade de novos formatos, ou antigos formatos em releituras, como a gola role. Os casacos, normais a toda temporada, assumiram formatos dos mais diversos, mas dois em especial estão fazendo a cabeça da turma fashionista: os casacos capa e os blanket coats.

IMAGEM1

Os blanket coats já haviam surgido em coleção de inverno anterior, em uma versão um pouco mendigo chic: sobreposições e amarrações para prender no corpo. Inicialmente, não foi vista com bons olhos pela maioria das pessoas, até porque no formato apresentado, criava muito volume no corpo. Mas, nesta estação, o formato mudou um pouco: ao invés de um retângulo, como um cobertor mesmo, assumiu os contornos de um poncho, mas sem fecho frontal, e sem camadas demais. O resultado foi que os fashionistas se encantaram, afinal não desperdiçamos a toa um bom casaco quentinho, que ainda pode ser usado aberto ou fechado por cinto, não é não? Fica lindo e confortável, além de ter aberto as portas para dois truques de styling altamente emagrecedores: usado aberto, cria duas linhas verticais e alonga o tronco (mesmo efeito, aliás de qualquer casaco, colete ou cardigã usado da mesma forma), e usado fechado por cinto, tem a cintura marcada e dá forma ao corpo sem apertá-lo (e alguns quilinhos a menos, inclusive). Para nosso frio, uma mão na roda, porque esquenta na medida certa, evitando, em alguns dias mais amenos mas ainda ensolarados, o efeito “cebola” (na sombra colocam-se mais casacos, no sol retiram-se os mesmos, e por aí vai).

IMAGEM2

Os casacos capa são já tradicionais, mas não costumam ser usados com grande freqüência, porque mesmo com muito cuidado, dão ao corpo formato triangular (abrem a partir dos ombros). Mas, enquanto truque de styling, ficam lindos, dando ao look mesmo efeito de um casaco comum pendurado nos ombros, sem o problema de cair a cada minuto, pois no caso da capa, os braços são encaixados nas aberturas frontais, evitando que escorregue. Use normalmente por cima do seu look, ou invente formatos diferentes: com uma bota alta ou cuissard, por exemplo, o casaco pode ser usado como vestido.

IMAGEM3

Você já tem algum dos dois? Não? Confira aqui como fazer seu próprio blanket coat, e não passe aperto nem frio nesse inverno!

*

Por Haranin Julia Maria, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15 e 16