Arquivo da tag: ficadica

Dica Rápida: Como não deixar seu cone de linha cair na hora da costura.

iamgem a

Sabe quando você vai costurar na máquina caseira com um carretel de linha grande, pois o pequeno não vai te ajudar muito já que a costura levará mais linha do que vem nele?

Pois é acreditamos que todas as colegas da costura já se irritaram com o bendito do carretel dando voltas e caindo, ou ele começa a andar e tomba quebrando a linha, ai só resta colocar a linha na máquina novamente e rezar para que ele não saia dançando de novo.

Hoje nesse post vamos dar umas dicas bem básicas que vão acabar com o show do carretelzão…

Dica 1: Quando for costurar passe a linha de forma habitual, coloque o carretel para trás da máquina, coloque uma xícara ou caneca com o carretel de linha dentro na mesma direção do pino da máquina, o cone formará um ângulo perfeito de 90° graus e a linha sairá dele de forma proporcional sem sair rodando e soltando toda a hora.

imagem 1

Dica 2: Outra dica para as linhas salientes é preparar um tipo de suporte para pôr o carretel dentro, bem fácil de fazer, pegue um vidro vazio e faça um furinho na tampa com um prego, cuidado para que o furo não fique com farpas soltas, pois pode quebrar a linha quando estiver costurando, prefira potes como os de maionese, além de ajudar a não quebrar a linha e nem que ela saia do lugar, também é uma forma dela não pegar pó.

imagem 2

*

Por Andreia de Araújo, coordenadora dos Núcleos de Modelagem e Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2 e 3

DICAS DE DESENHO!

Antes de qualquer tipo de criação, o artista precisa saber com que tipo de material ele vai (ou pode) lidar!

giphy (2)

O mesmo ocorre com o estilista que antes de criar uma coleção precisa pesquisar o uso de novas tecnologias como fibras e processos de tecelagem que formam o tecido.

O tecido que é a alma e o coração de qualquer look!

giphy (1)

Sabendo com que tipo de tecido vai lidar, o estilista começa então o processo criativo, o desenvolvimento da coleção, os croquis ♥.

E para que o croqui possa condizer com o resultado esperado é preciso observar o caimento do tecido escolhido sob o corpo humano.

A Equipe Sigbol te dá algumas dicas e uma grade de cursos profissionalizantes de desenho e estilismo.

  • Antes de começar a sombrear, faça um estudo de luz e sombra, onde estão posicionados os focos e sua respectiva intensidade.1 - percepção de luz e sombra, observação

 

  • Feito isso, comece a fazer o degradê (gradualmente do claro ao escuro/ do escuro ao claro)1.3 - degradê

 

  • E tenha controle sob sua coordenação motora, caso haja algum stress ou desfoco momentâneo faça exercícios de coordenação!1.2 - controle

 

  • Observe a quantidade de “dobras”, franzidos e drapeados. Suas profundidades (sombra) e saliências (luz).2 - dobras 2.1 - caimento

 

  • Antes de vestir, certifique-se de que a anatomia do movimento (movimento é o nome dado ao croqui ainda sem as vestes) corresponde ao gênero escolhido e que todas as suas partes estejam proporcionais.3 - anatomia adequada
  • Use sempre que possível uma base para observação de movimentos (uma foto de revista, um boneco articulado) assim a anatomia não fica a desejar!

5 - a importãncia da proporção do movimento

 

  • Ao vestir o tecido escolhido sendo ele de caimento mole ou seco deve seguir as curvas do corpo.5.1 - movimento em movimento

 

  • Isto posto, existem variados instrumentos que poderão facilitar o sombreado do caimento.4.0 - esfumar 4 - esfuminho

 

  • E para que não haja sujeira inesperada no seu croqui use uma folha abaixo da mão de apoio.4.1 - sujeira

 

Gostou das dicas?

Tenha um acompanhamento profissional e muitos mais conselhos e dicas sobre o mundo da moda aqui na Sigbol Fashion!

*

Por Mayara Behlau, professora no Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1