Arquivo da tag: fibras

Fibras Têxteis

Quem desenvolve tecidos, precisa conhecer a matéria-prima que será utilizada na confecção dos fios: As fibras! Não apenas elas como seu processo de construção.

fibra 1

É preciso estudar as origens, características e indicações de cada uma delas. As fibras são o que qualificam o produto final.

As fibras possuem características específicas que devem receber atenção especial. Principalmente quando o tecido é utilizado na indústria do vestuário.

fibras 2

Existem vários processos de fiação e mistura das fibras. Em nosso curso de Desenho de Moda Básico, você conhece um pouco mais sobre fibras e tecidos, além de aprender a desenhar . Conheça um pouco do nosso curso, aperte o play!

*

Por Paola Sanguin, professora do núcleo de criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6.

Manual Técnico Dicionário da Moda Sigbol Fashion.

Você sabe como os tecidos são feitos?

1

Para saber como os tecidos são feitos, em primeiro lugar é necessário saber o que é fibra têxtil.

Fibra é o material que pode ser transformado em fio, seja ele natural ou sintético, feito por meio de maquinários. Conforme esse material é torcido, ele vai sendo armazenado em bobinas, que depois serão colocadas em um tear que irá entrelaçar os fios e os transformar em tecidos. Ainda existem alguns teares manuais, mas são raros. As grandes fábricas preferem equipamentos modernos e controlados por computador.

2

O tecido na verdade não é branquinho de princípio, ele não tem uma cor definida e ainda possui diversas impurezas, como sementes e outros pequenos detritos. Eles precisam ser lavados e completamente descoloridos, submetidos a banhos com uma variedade de produtos que removem componentes naturais das fibras, como óleos e ceras. Só depois disso é que eles ficam prontos para serem tingidos com produtos químicos e enviados aos fabricantes de roupas e produtos têxteis, a não ser que os produtores desejem trabalhar apenas com tecidos totalmente brancos.

3

A partir daí, os tecidos chegam até as nossas casas em forma de lençol, cortina, tapete, toalhas e principalmente: Roupas. E apesar das cores e os padrões de todos esses produtos serem ditados pelas tendências, às roupas são as que têm mais influência e são apresentadas durante desfiles, chamando atenção para as modelagens, cores e texturas, mostrando o que vai pegar na próxima estação.

4

O nosso curso de Estilo mostra como fazer pesquisas e te ensina a montar uma coleção incrível. Quer aprender?

*

Por Paola Sanguin, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 12345678910 e 11.

Manual Sigbol Fashion Dicionário da Moda e Apostila de Estilo.

Como escolher o tecido certo para cada tipo de roupa.

A escolha de bons tecidos é uma parte importante do processo de fabricação de roupas. Quando um tecido é mal escolhido, a peça pode não ficar com o caimento adequado e o resultado acaba sendo insatisfatório. Antes de qualquer coisa é preciso escolher a peça que será costurada, levar em consideração a estação do ano que ela será usada e a ocasião. Tem tecidos que ficam excelentes em vestidos, que podem não ficar tão bons em um par de calças por exemplo.

imagem 1

O tecido mais fácil de encontrar em lojas é o tecido de algodão, que possui preço acessível e estampas variadas ele é encontrado em diversas lojas caras ou baratas. É mais indicado para roupas leves e simples de verão. Neste seguimento encontramos as malhas  que servem para fazer desde pijamas a roupas do dia-a-dia, garantindo muito conforto, tudo por causa da leveza do tecido.

As malhas são encontradas em uma gama enorme de texturas e cores, e na maioria das lojas é vendida por quilo.

PAINEL 1

Para roupas de inverno o melhor mesmo é investir em tecidos com isolamento térmico, como lãs e gabardine. São ótimos para casacos, blusas e até mesmo calças.

PAINEL 2

Já tecidos com elastano, como jeans, tricoline, cetim e outros, são ótimos para peças com modelagem ajustadas ao corpo. O elastano, também conhecido como strech, tem alta elasticidade, por isso é o melhor tipo para quem quer um bom caimento em peças justas.

PAINEL 3

Escolher tecido de roupa de festa pode parecer mega difícil, mas na verdade não tem complicação. Opte por cetim sem elastano em caso de vestidos mais soltinhos no corpo e cetim com elastano para vestidos justos.

Seda, crepe e tafetá ,brocado, renda, paetê são opções para roupas mais sofisticadas.

PAINEL 4

Pontos importantes antes de comprar o tecido:

Estação

Decida em que estação vai usar a roupa. Isso é importante, para poder escolher tecidos mais quentes ou mais frescos. Os tecidos ótimos para o verão são tecidos leves feitos de algodão, viscose, seda e linho – como os tricolines, cambraias, voil, gaze, crepes ,sarja de algodão e cetim de algodão. Esses tecidos são fresquinhos porque suas fibras absorvem bem o suor e permitem a passagem do ar, além de seus fios serem finos e a trama leve.

Para o inverno, o ideal são tecidos mais quentes e com trama mais pesada. As melhores fibras para isso são as lãs, e até o algodão. Mesclas dessas fibras com as sintéticas equivalentes, como acrílico e poliéster, também são ótimas. Todas essas, quando em fios mais espessos, ou tramadas em sarja, mantem o calor do corpo. Vai alguns tecidos invernais: lã, tricô, veludo, boucle, tweed, crepes pesados, flanela de algodão e lã.

Ocasião

Vai usar a roupa para o trabalho, para passear ou para uma festas? Dependendo da ocasião, o tecido deve ter uma aparência diferente.

Para festas, você pode escolher transparências, brilhos, paetês, rendas e bordados, e deve evitar tecidos rústicos e casuais. Os mais usados são: cetim, crepe georgette, crepe chanel, chiffon, musseline, organza, renda, shantung, tafetá, brocado.

Para o trabalho, normalmente escolha tecidos de alfaiataria como lã fria e tropical, ou mesmo a sarja acetinada, que tem um brilho sutil, além de tecidos de inverno como: lã, crepes pesados, tweed e boucle. Para blusas e camisas, use tecidos como tricoline, malhas e cambraia.

Modelo

Esta é a parte mais importante na escolha, pois o caimento do tecido influencia diretamente no resultado da costura. Para chegar ao modelo escolhido, o tecido deve ter as características ideais que o modelo exige. Se o modelo é estruturado, o tecido escolhido deve ser mais encorpado e  um pouco rígido. Se o modelo é esvoaçante, o tecido tem que ser leve e fluido. O modelo da peça vai refletir as características do tecido utilizado.

Tipos de tecidos

  • Leves e fluidos para roupas esvoaçantes, transparentes e soltas: musseline, crepe georgette, chiffon, gaze, cetim, javanesa, cambraia, tricoline e viscose.
  • Médios que podem ser firmes ou fluidos, para roupas ajustadas, estruturadas, com pregas ou franzidos, estilo alfaiataria: chamois, cetim grosso, crepe chanel, flanela, crepe de lã, lã fria, brim, piquet, sarja acetinada, shantung e tafetá.
  • Pesados, para roupas de inverno armadas e com volume: boucle, tweed, alguns tipos de veludo e de lã, tricô, brocado, cotelê, gorgurão e jacquard.

imagem 11

 

*

Por Natalina Porto, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion

Referências: 123456789