Arquivo da tag: Especialização

Especialização no mercado da Moda

Para acompanhar o ritmo cada vez mais acelerado do lançamento de coleções e atender um consumidor que tem aumentado seu nível de exigência, a indústria da Moda precisa se reinventar.

O investimento em tecnologia ajuda a tornar os processos mais assertivos e inteligentes é uma necessidade urgente das empresas de todos os setores. No entanto, de nada adianta ter sistemas e equipamentos de última geração se os profissionais de Moda não estiverem preparados. O mercado, vem evoluindo ao longo dos anos, mas ainda carece de mão de obra qualificada.

Uma das principais mudanças é que agora são valorizados os profissionais que conseguem enxergar o negócio como um todo, e não apenas a função que eles desempenham no dia a dia das empresas em que atuam.

A integração entre os diversos setores de uma empresa, ajuda nos processos e melhora a produtividade das equipes, impactando positivamente o resultado das confecções.

A Sigbol Fashion contribui para entregar a essa indústria, profissionais preparados para atender às exigências de um mundo cada vez mais conectado. Com o objetivo de acelerar a inovação desse mercado.

Se você deseja se aprofundar na área, nossos cursos oferecem a capacitação para atuar em diversos campos da indústria da moda. saiba mais em nosso site.

*

Por Elizangela Gomes, professora do núcleo de criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5.

Identidade Visual na Modelagem

Imagem relacionadaProvavelmente você já reparou que cada marca possui uma harmonia entre as peças, não só entre estampas e cores, mas também na modelagem.

Ao entrar para o mercado de trabalho, é necessário entender a marca e seu público-alvo. A partir do Briefing você analisa os diferencias que a marca pode prevalecer para conquistar seu público. E acredite, a modelagem é uma das principais características. Ao apresentar uma boa modelagem, você cativa clientes com biotipos de corpos, já que as diferentes origens, etnias e a miscigenação ocorrida no decorrer da História fizeram com que o corpo humano apresentasse diferentes características.

Imagem relacionada

É de extrema importância uma confecção trabalhar a sua própria identidade na modelagem. A sintonia entre as áreas de criação e modelagem também é de extrema importância no  desenvolvimento de uma nova coleção. Cada profissional envolvido nas etapas precisam se comunicar para que o produto final seja desenvolvido da melhor forma possível. Desta forma as informações servirão para fazer ajustes necessários para as coleções.

Imagem relacionada

Em nosso curso de Modelagem Industrial, você aprende todo o processo produtivo de uma confecção. E se você possui loja, pode aprimorar a modelagem coerente com o seu público.  Saiba mais em nosso site.

*

Por Paola Sanguin, professora do núcleo de criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6.

Webinar (Audaces) – Mariana Battisti de Abreu

Vamos estilizar?

vamos estilizar

Pra quem já viu e aprendeu as proporções do corpo e  anatomia humana, agora é chegada a hora de estilizar! É preciso dar identidade ao desenho de moda, colocar nele suas características e gostos pessoais, como por exemplo, no rosto, tamanho, cabelos e até mesmo na técnica de colorir preferida.
croquis familiacroquis familia

O curso de Especialização em Desenho de Moda é a continuidade do curso Desenho de Moda Básico. Trata-se de um curso para o aperfeiçoamento de técnicas de colorir, para a representação de tecidos, texturas, estampas e de luz e sombra. Além de orientação para desenho técnico, preenchimento de fichas técnicas com a descrição de peças do vestuário e muito mais.

Técnicas de colorir:

  • lápis de cor na técnica seca;
  • caneta nanquim;
  • lápis de cor aquarela na técnica aguada;
  • aquarela;
  • carvão;
  • caneta permanente;
  • TGA;
  • E muito mais!

Venha estilizar com a gente!

*

Por, Crislaine Lima professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referência: Apostila Desenho de Moda Sigbol Fashion.

Croquis: A liberdade do traço

Você sabe o que é um croqui?

Por detrás do design há todo um conjunto de ferramentas de expressão criativa, entre as quais nenhuma se iguala ao velho lápis e papel. Poderíamos falar de arquitetura ou até de cartografia, mas falaremos de moda, do desenho e da liberdade do traço…

Foto 1

A origem do termo croqui vem do século XIX, francês croquer, que significa esboçar e pode se aplicar a diversas áreas, da arquitetura à moda. Croqui não tem outro significado que o do desenhar rápido, não exigindo grande precisão, é uma experiência individual, de descoberta e experimentação, como a pintura ou escultura. Nele está contido o raciocínio e a emoção, simbolizando tudo que o criador processa de forma simples e espontânea a caminho de um resultado.

Foto 2

Desenhar é um processo livre e vai além do limite da própria imaginação. Mas, na verdade não é bem assim… Quem desenha sabe que será julgado e avaliado por outros, e procura a exatidão, uma técnica que domine bem, de modo que seu processo criativo resulte numa representação perfeita e até mesmo realista, sendo assim havendo as tais “limitações”, pelo menos para que haja interpretação do desenho.

Hoje há muitos cursos para aprender a desenhar, sem ser totalmente perfeito, rompendo com os estereótipos presentes.

Foto 3

Nos croquis (por serem registros de ideias ou de emoções instantâneas) é evidente que as técnicas de caimento, e coloração ficam claras. As figuras e as roupas permitem a ilusão do movimento, aquela que se pretende com a peça criada.

Desenhar nada mais é que observar e treinar. E se você tá na vontade de aprender croqui de moda é muito simples… solta o vídeo:

*

Por Paola Sanguin, professora do Núcleo de Criação Sigbol Fashion.

Referências: 12, 3.

Apostilas Sigbol Fashion – Desenho de Moda Básico, Especialização em Desenho de Moda, Estilo.

Você sabia que…

Foto 01O croqui de moda tem medidas de proporção diferentes do desenho artístico do corpo humano? Isso porque o corpo humano é medido na proporção da medida áurea (alguém lembra do Homem Vetruviano, do Leonardo Da Vinci?) de 7 ½ à 8 cabeças – contando-se a cabeça, você teria no corpo o total em cm de 8 vezes a altura da sua cabeça; já o desenho de moda, inicialmente alongado para representar os ideais de beleza da época, hoje são magricelinhos e mais compridos para que as peças possam ser definidas com mais precisão, evitando que detalhes pequenos fiquem faltando ou mal representados.

Foto 02Já se perguntou como cada estilista chega ao seu desenho estilizado? Se não, respondemos aqui, caro leitor! Aprendemos a desenhar usando como base o corpo humano com pequenos detalhes mais importantes (colocamos rosto e mãos, por exemplo, mas não unhas), e, depois disso, colocamos nos desenhos as características com as quais nos identificamos. A melhor forma de fazê-lo é buscando referências de croquis dos quais gosta de algo: desde o formato do corpo, ao formato de um detalhe, como cílios extra large em um olho só. Curtiu? Saiba mais sobre desenho de moda estilizado em:

*

Por Haranin Julia Maria , professora do núcleo de criação – Sigbol Fashion

Referências: Apostila de Estilo, Apostila Desenho de Moda.