Arquivo da tag: desfile

Disney no NYFW

Para quem curte os vilões dos desenhos da Disney, ficara animado com a coleção da marca The Blonds que acontecerá dia 7 de setembro na New York Fashion Week.

A coleção primavera verão foi chamada de Vilões da Disney, o diretor criativo da marca, David Blond e o estilista Phillipe Blond se inspirarão nas vilãs mas famosas da Disney, Rainha Má, a Rainha de Copas, Malévola, Cruela De Vil, Dr.Facilier, Úrsula e seus capangas e as enguias Pedro e Juca.

Segundo David e Phillipe, os Vilões da Disney são inspiração desde a infância. À realização de um sonho contar com a colaboração da Disney e ver esses figurinos ganharem vida na passarela da The Blonds.

Para quem quer acompanhar esse momento mágico o desfile será transmitido ao vivo nos sites disney.com  http://www.theblondsny.com e http://www.nyfw.com

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6 e 7

 

Desfile de Samuel Cirnansck no SPFW N41

A 41° edição do SPFW estava recheada de peças em exposição com o tema “feito à mão”.

foto 15

Logo na entrada do evento nos deparamos com peças maravilhosas, que mostram o quanto é importante valorizamos produtos produzidos manualmente, essas peças carregam um pouco do DNA brasileiro, que estão presente em várias marcas desta temporada.

PAINEL 1

O Lounge da editora Caras estava no espírito eco fashion para receber seus convidados.

caras

 

Outra exposição que encheu de brilho os olhos dos visitantes, foram as peças de um concurso de joias , O Auditions Brasil promovido pela mineiradora AngloGold Ashanti. As peças em exposição são dos finalistas e vencedores da edição 2015. O estilista Fause Haten assina a direção criativa da premiação e da mostra. “Recombinações” foi o tema, que buscou unir ideias e elementos diferentes, perpetuando a lógica da inovação que move o concurso. Entre as 17 joias de finalistas, o público pode prestigiar as quatro peças vencedoras, criadas pelas designers Adriana Oliveira que ficou em primeiro lugar, Flavia Rigoni (2°Lugar), Camila Schmitt (3° lugar) e Isabelle Kowalski (4° lugar). As joias adornam os vestidos criados por Fause Haten feitos exclusivamente para a exposição.

PAINEL 2PAINEL 3

No dia 27 de abril profissionais do núcleo de moda da escola Sigbol foram prestigiar o desfile do designer Samuel Cirnansck, que apresentou uma coleção dos sonhos, uma moda sofisticada decorada na medida certa.

foto 34 foto 50

 

foto 51

Sua coleção apresentou ricos bordados, tecidos nobres, brocados, muitas flores e fitas. Samuel misturou o glamour dos seus vestidos a correntes e cadeados, dando um toque de rebeldia. Algumas modelos desfilaram com as mão amarradas com uma fita de cetim preta, segurando uma rosa.

PAINEL 4 foto 40

As modelos flutuavam com os esvoaçantes tecidos, os vestidos longos tinham modelagem estilo sereia com bordados pequenos e delicados os outros modelos eram mais curtos e elegantes. Mas o que chamou mais a atenção foram as aplicações de flores que apareciam nos vestidos e nos cabelos.

foto 35foto 36foto 38foto 42foto 43foto 44

Boa parte da cartela de cor era nude, o preto e o vermelho apareceram timidamente em algumas peças e entre alguns detalhes.

foto 45 foto 46 foto 47 foto 48

A atriz Lucy Ramos deu um show de beleza no desfile de Samuel Cirnasck.

foto 49

*

Por, Elisangela Gomes professora do Núcleo de Criação e Marjorie Campos professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 23456 e 7.

Hedi Slimane deixou a Saint Laurent.

Seus quatro anos à frente da direção criativa da Maison,Hedi Slimane não apenas mudou o nome da marca, mas também fez uma reestruturação completa.

foto 1 foto 8

Os dois últimos desfiles de Slimane para a Saint Laurent já estavam com  ares de despedida. O questionamento da suposta saída do estilista era constante e François-Henri Pinault, CEO do grupo Kering, não desmentia e nem afirmava a informação.

foto 5 foto 6

Na manhã desta sexta-feira (01/04/16), foi confirmado, Slimane realmente está deixando a Maison na qual passou os últimos quatros anos.

O francês fez muitas mudanças na grife, a mais polêmica foi a retirada do nome Yves, transformando o logo em apenas Saint Laurent, mas não para por aí, ele provou que sua fórmula era de sucesso, principalmente com o aumento das vendas crescendo gradativamente e o estilo rock’n’roll com um toque decadente, mas com glamour, conquistou fashionistas do mundo todo.

painel 1

A Saint Laurent virou estrela do street style e inspirou o fast-fashion.

foto 7 foto 8

Agora, quem será o eleito para substituí-lo e qual será seu destino? Alguns apostam no Anthony Vaccrello e que Hedi Slimane vá para Dior ou para a Maison Chanel, quando Lagerfeld deixar o posto. Agora só nos resta esperar.

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação Sigbol Fashion.

Referências: 12345678910 e 11.

Além dos desfiles de moda.

Todo semestre profissionais da área de moda ficam ansiosos para saber as novas tendências. Poucas semanas antes, é divulgado o calendário dos desfiles de moda onde estilistas apresentarão propostas para a próxima estação.foto 1

Mas o que é um desfile?

O desfile é uma forma de apresentação, onde marcas contam toda a história sobre as inspirações relacionadas à sua coleção. Mas a ideia dos desfiles vai além, de roupas, acessórios, maquiagem, da produção envolvida, de passar o conceito da coleção e gerar tendências, mas com o principal objetivo de estimular desejos nos consumidores.

foto 2 foto 7

Para quem não sabe, esse método de apresentação existe desde o século XIX, quando o criador Charles Frederick Worth, que é considerado o pai da alta costura, foi o responsável por este evento tão importante no mundo da moda.

foto 8

Worth inaugurou a Maison e um sistema, que existe até hoje. No passado, as clientes recebiam uma costureira em casa para desenvolver seus vestidos. Worth mudou tudo isso, suas clientes iam até a Maison para tirar suas medidas e assim ele criava uma pequena coleção. Como ele era um visionário da época, teve a brilhante ideia de criar coleções sazonais e apresenta-las às suas clientes. Assim ele criou a profissão de modelos que o mesmo chamava de sósias, pois as mesmas se pareciam com suas clientes.

foto 3 foto 4 foto 5 foto 6

Hoje o desfile é uma forma de apresentar acessórios, roupas e dicas de beleza (cabelo e maquiagem, realizado em um local, data e hora determinado pelo organizador, onde um grupo de modelos previamente selecionadas desfilam em uma passarela durante uns 20 minutos). Com uma trilha sonora adequada ao tema, que é selecionada por profissionais responsáveis pela produção com orientação do estilista.

foto 9 foto 10

Atualmente o desfile tem características de espetáculos e é realizado principalmente para a mídia, no passado o objetivo era agradar somente as clientes.

foto 11

Os desfiles do século XXI passaram por várias transformações, a venda em si não era o mais importante. Agora ser convidado para um desfile de moda se tornou um símbolo de status, principalmente estar na primeira fileira prestigiando de pertinho as novas tendências.

foto 12 foto 13

Para que o desfile aconteça é necessária uma equipe de profissionais qualificados, além dos estilistas, produtores, modelos, cabeleireiros, jornalistas, blogueiros, estagiários, entre outros.

Quem está na espera deste espetáculo, nem imagina na loucura que está nos bastidores.

As modelos chegam horas antes para fazer cabelo, maquiagem e até as unhas, depois de prontas cada modelo tem um assistente para ajuda-la a se vestir, claro com a supervisão do estilista. Como são várias trocas todo cuidado é pouco, um produtor de moda organiza todas as entradas.

foto 14 foto 15 foto 16 foto 17 foto 18 foto 19

Alguns criadores estão voltando a fazer pequenas apresentações para poucos convidados, deixando a mídia de fora.

foto 20

Mesmo com tantas transformações, os desfiles não podem deixar de existir, são uma ferramenta de marketing muito importante para as marcas.

foto 21 foto 22

*

Por, Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol fashion.

Referencias: 12345678910111213141516171819202122 e 23.

A despedida de Jacobs

Jacobs despediu-se da marca Marc by Marc Jacobs, em grande estilo: em parceria com a Disney, o estilista desenvolve sua última coleção, inspirado no filme “Alice Através do Espelho”, cuja estréia está prevista em 2016.

O estilista já havia anunciado que sua marca deixaria de existir até o outono, mas ninguém esperava que o livro fosse transformado no tema que encerraria suas atividades com chave de ouro. A coleção inclui moletons, bolsas, capas de celular, bijouterias, entre outros produtos que ainda não foram divulgados.

foto 6

A marca Marc by Marc Jacobs não existirá mais sozinha, porém será incorporada à principal, Marc Jacobs, para que mantenham estética e foco único.

A saída de Jacobs da direção criativa da Louis Vuitton, segundo WWD, teve o intuito de permitir que o estilista se concentre exclusivamente em sua grife. A ideia não é reduzir a oferta de produtos, mas organizar melhor seu plano de negócios. O futuro das equipes das duas linhas ainda não foi anunciado. O presidente da LVMH, que detém a Marc Jacobs, citou em 2013 a necessidade de reforçar a presença global do varejo da marca.

Em sua última coleção para Louis Vuitton, Jacobs decidiu retornar ao passado e fazer uma apresentação bombástica e inesquecível: a coleção, toda em preto, fazia referência a primeira coleção de sua autoria para a grife. E a cenografia também resgatou elementos que brilharam em desfiles anteriores.

IMAGEM1

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 12 e 3