Arquivo da tag: Desenho de Moda

Desenho de Moda: Precisa ter um padrão estético?

Depende, o desenho de moda não precisa necessariamente ter um padrão estético específico e sim uma proporção. Cada um possui uma habilidade para desenhar, o que diferencia o traço.

Quando olhamos para filmes, pinturas ou revistas antigas, o desenho parece ter um foco diferente. A cada época, muda-se a silhueta, a ilustração, e principalmente: as roupas.

Imagem 2

Algumas vezes, esse croqui acaba seguindo o padrão de beleza do período. Hoje em dia, não há exatamente uma regra a se seguir, pois o púlblico de moda é abrangente. Existem vários tipos de corpos, onde o desenho pode acabar tendo mais curvas, pernas alongadas, menos cintura, etc… É ótimo arriscar novas ideias!

Imagem 3

Mas antes, é necessário saber o básico: medidas, proporção, movimento, caimento, e sombra e luz. Se você tem noção da base de um croqui, depois saberá como poderá adaptá-lo às suas características.

Aqui na Sigbol Fashion, você aprende não só a base, como também as técnicas de colorir e outros aperfeiçoamentos. Tá interessado? Então conheça um pouquinho mais de cada curso:

 

*

Por Paola Sanguin, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 12345678910111213 e 14.

O que o desenho tem a ver com a modelagem?

Muitas pessoas possuem dúvidas sobre esse assunto ou dizem: “Eu não preciso saber desenhar, eu costuro! Ou… Eu não preciso saber costurar eu desenho!” Mas afinal, o que uma coisa tem a ver com a outra? É bom lembrar que desenho e modelagem são etapas diferentes no processo de produção, mas estão completamente interligados.

O desenho de moda, conhecido como croqui, tem como função retratar a ideia de onde o estilista parte para desenvolver sua coleção.

Croqui

No decorrer do processo, o croqui precisa ser representado de forma plana, através do desenho técnico, que irá descrever todos os detalhes da peça.
Desenho técnico

O principal objetivo da ficha técnica é comunicar ao modelista todas as ideias do designer.  Anotações, medidas, os materiais utilizados. Quanto mais detalhada for a ficha técnica, mais fácil será na hora de modelar a roupa. Por isso que o desenho e a modelagem devem estar perfeitamente alinhados.

Descrição

O desenho e a modelagem são muito utilizados nas confecções. Quem possui conhecimento nesta etapa de criação, ganha rapidez, competitividade e qualidade no mercado de trabalho. E você está esperando o quê para se tornar um profissional na área de moda? Conheça os nossos cursos de Especialização em Desenho de Moda e Estilo e apaixone-se!

 *

Por Paola Sanguin, professora do núcleo de criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1 e 2.

Apostila de Desenho de Moda, Apostila de Estilo.

Imagens: Acervo Sigbol Fashion

 

Creative Friday – Noh

No início do século XIV, grupos de teatro com uma diversa gama de tradições teatrais seculares faziam turnês e apresentações em templos, santuários e festivais, frequentemente com patrocínio da nobreza.

O gênero de apresentação chamado sarugaku era uma dessas tradições. Seus dramaturgos e atores transformaram o sarugaku em noh com basicamente a mesma forma em que ainda é apresentado atualmente com a introdução de  outros elementos como a música e a dança tirados de um popular espetáculo e acrescentado ao sarugaku.

O noh é a fusão de poesia, teatro, bailado, música vocal e instrumental e máscaras,  caracterizado pelo seu estilo lento, de postura ereta, rígida, de movimentos sutis, bem como pelo uso de máscaras típicas. o codificador maior dessa arte.giphy (2)giphy (1)

Desde o fim da 2ª Guerra Mundial, o noh tem dependido inteiramente do público para sua sobrevivência. Atualmente, o noh continua sendo sustentado por um reduzido mas dedicado grupo de espectadores, assim como por um considerável número de amadores que pagam pela instrução nas técnicas de canto e dança do noh. Em anos recentes, apresentações de noh em ambientes a céu aberto, à noite e sob a luz do fogo (chamadas takiginoh), têm se tornado cada vez mais populares, e há diversas apresentações do gênero durante o verão em templos Budistas, em santuários Shintoístas e em parques.giphyUntitled-1paienlsorocheybiancacris eli ju me pri san tandara
giphy (3)

DICAS DE DESENHO!

Antes de qualquer tipo de criação, o artista precisa saber com que tipo de material ele vai (ou pode) lidar!

giphy (2)

O mesmo ocorre com o estilista que antes de criar uma coleção precisa pesquisar o uso de novas tecnologias como fibras e processos de tecelagem que formam o tecido.

O tecido que é a alma e o coração de qualquer look!

giphy (1)

Sabendo com que tipo de tecido vai lidar, o estilista começa então o processo criativo, o desenvolvimento da coleção, os croquis ♥.

E para que o croqui possa condizer com o resultado esperado é preciso observar o caimento do tecido escolhido sob o corpo humano.

A Equipe Sigbol te dá algumas dicas e uma grade de cursos profissionalizantes de desenho e estilismo.

  • Antes de começar a sombrear, faça um estudo de luz e sombra, onde estão posicionados os focos e sua respectiva intensidade.1 - percepção de luz e sombra, observação

 

  • Feito isso, comece a fazer o degradê (gradualmente do claro ao escuro/ do escuro ao claro)1.3 - degradê

 

  • E tenha controle sob sua coordenação motora, caso haja algum stress ou desfoco momentâneo faça exercícios de coordenação!1.2 - controle

 

  • Observe a quantidade de “dobras”, franzidos e drapeados. Suas profundidades (sombra) e saliências (luz).2 - dobras 2.1 - caimento

 

  • Antes de vestir, certifique-se de que a anatomia do movimento (movimento é o nome dado ao croqui ainda sem as vestes) corresponde ao gênero escolhido e que todas as suas partes estejam proporcionais.3 - anatomia adequada
  • Use sempre que possível uma base para observação de movimentos (uma foto de revista, um boneco articulado) assim a anatomia não fica a desejar!

5 - a importãncia da proporção do movimento

 

  • Ao vestir o tecido escolhido sendo ele de caimento mole ou seco deve seguir as curvas do corpo.5.1 - movimento em movimento

 

  • Isto posto, existem variados instrumentos que poderão facilitar o sombreado do caimento.4.0 - esfumar 4 - esfuminho

 

  • E para que não haja sujeira inesperada no seu croqui use uma folha abaixo da mão de apoio.4.1 - sujeira

 

Gostou das dicas?

Tenha um acompanhamento profissional e muitos mais conselhos e dicas sobre o mundo da moda aqui na Sigbol Fashion!

*

Por Mayara Behlau, professora no Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1

Creative Friday: Guido Crepax

Guido Crepax foi um artista, ilustrador e autor italiano, um dos grandes nomes das HQs, sendo conhecido pela linguagem cinematográfica e pelo estilo elegante e sensual de seus desenhos.

Guido-600x347

Começou a trabalhar como artista gráfico e ilustrador publicitário ainda na faculdade de arquitetura. Fez campanhas premiadas para empresas como Shell, Campari e Honda.

Em 1965, criou a emblemática personagem Valentina Rosselli, visualmente inspirada na atriz do cinema mudo Louise Brooks (o corte de cabelo e o olhar penetrante são sua marca registrada).

giphyvalentina-crepax-bellezza-di-donna

Valentina é uma mulher multifacetada, que oscila entre uma vida giphy (2)real em que trabalha como fotógrafa e cuida da família e um mundo onírico em que explora as mais diversas fantasias. Essa complexidade à frente de seu tempo a tornou um verdadeiro ícone da mulher moderna e liberta.

O artista também se notabilizou pela adaptação para quadrinhos de clássicos como Frankenstein, de Mary Shelley, e O processo, de Franz Kafka, com destaque para a literatura erótica – Justine, do Marquês de Sade, e A história de “O”, de Pauline Réage, são algumas de suas obras mais conhecidas.

giphy (1)painrl

Creative Friday Ribeirão Preto Taubaté

eli hrnn me pl thayscriscris1pri