Arquivo da tag: corte

Fio do tecido

Você já deve ter ouvido este termo e se perguntado: o que é fio do tecido? Então explicamos hoje…

A estrutura do tecido plano é formado pelo entrelaçamento de dois fios que se cruzam em perpendicular (trama e urdume), e possui um arremate lateral chamado ourela.

foto 1

O que chamamos de fio do tecido é o sentido em que corre o urdume. Tanto este quanto a trama assumem funções diferentes no momento da tecelagem, e acabam por terem características que influenciam no caimento de maneira diferente.

foto 2

No tear, o fio de urdume fica bem esticado e é a base da trama do tecido. Por ficar tão tensionado, os fabricantes usam fios mais torcidos e mais resistentes. Geralmente os fios são mais finos também, o que facilita a passagem da trama.

Já o fio da trama entra depois que o tear já está arrumado: a trama passa por entre os fios previamente esticados, de um lado a outro, sem puxar demais. Diferentemente do urdume, a trama não é tensionada, logo o fio pode ser menos resistente e menos torcido. Quando fazemos um tecido com fios diferentes, como os do chenille, ou de lã rústicos, estes sempre irão na trama, e nunca no urdume. Por não ser tão tensionado, o fio da trama fica ondulado no tecido, pois segue o caminho em zigzag ao redor dos fios de urdume.

FOTO3

E o que isso tem a ver com o caimento do tecido? Quando o fio de urdume cai perpendicular ao solo, a roupa tem um caimento melhor do que quando ele cai paralelo. Como o fio de urdume é mais tensionado e rígido, também é mais resistente, e é ótimo para regiões da roupa que vão sofrer tensão, como palas de camisas.

foto 5

Uma opção de corte também é o viés, mas não existe um fio: o corte em viés é feito a 45˚ do fio de urdume. Neste sentido, não passa nenhum fio do tecido, por isso o caimento é mais leve e o tecido estica mais.

Para marcar o fio reto no molde, trace uma linha paralela ao centro da frente ou centro das costas. Já para marcar o fio atravessado, trace uma linha perpendicular ao centro da frente ou centro das costas. Por fim, para marcar o viés, trace uma linha a 45º da linha do centro da frente ou das costas.

foto 6

*

Por Marjorie Campos, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2 e 3

Sua roupa sob medida

Quem não tem uma vovó que costura? Esse dom foi passado de mãe para filha, por gerações, até chegar aos dias atuais! E hoje, com a correria do dia a dia, fica difícil aprender com sua mãe ou vovó, até por que, com o passar do tempo, cada vez mais o mundo da moda vai evoluindo e se modernizando.

FOTO 01

E, pra você que tem sonho de aprender sobre moda e entrar no mercado de trabalho, ou até mesmo fazer roupas sob medidas para você, chegou a sua hora!

Hora de juntar o que você aprendeu, vendo o que sua mãe e avó faziam, com o que a escola de moda SIGBOL FASHION tem para te oferecer, em um dos cursos, que irão lhe proporcionar conhecimento e táticas de costura, além de ensinar a fazer as famosas peças sob medida.

O curso chama-se CORTE e COSTURA SOB MEDIDA, onde você vai aperfeiçoar o que já sabe e, para quem não entende de costura ainda, aprender desde o inicio, pois trabalhamos com um método muito eficaz, em que você irá aprender a fazer roupas sob medida, além de dar a sua cara às peças confeccionadas durante o curso.

FOTO 02

Com esse curso você irá aprender a construir uma peça do princípio ao fim. Tendo como inicio um treinamento de máquinas para melhor manuseio, com domínio em maquinário caseiro e industrial, que auxiliarão muito no futuro como estilista, costureira ou trabalhando com reformas.

cc foto 06

Aprender a tirar medidas do corpo para fazer uma peça perfeita e de bom caimento, conhecer tecidos, texturas e formas de acabamentos das peças.

cc foto 07

Aprenda a fazer saias:

cc foto 08

Aprenda a fazer blusas:

cc foto 09

Aprenda a fazer vestidos.

cc foto 10

Aprenda a fazer blazeres.

cc foto 11

Aprenda a fazer peças infantis.

cc foto 12

Aprenda a fazer calças femininas.

FOTO 03

Aprenda a fazer camisas

cc foto 14

Aprenda a fazer calças masculinas.

Agora só depende de você, colocar em prática aquela vontade antiga de fazer suas próprias roupas!

FOTO 04

*

Por Cynara Gomes Rodrigues, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26 e 27

Por que fazer um curso profissionalizante?

Muitas pessoas tem vontade de fazer um curso superior, mas entre a dúvida de saber qual curso realizar, o fator tempo – pois são longos – e se o curso irá suprir suas expectativas, elas optam por cursos específicos ou técnicos que além de funcionarem como cursos preparatórios podem melhor direcionar os interesses de uma profissão e inseri-las no mercado mais rapidamente.

Vantagens:

  • Moda Íntima & Praia: Profissionalmente você estará apto para trabalhar na indústria de confecção de lingerie ou praia masculina, feminina e infantil nas etapas de modelagem, risco e encaixe como assistente de modelista, encarregado de produção, no controle de qualidade, num ateliê de costura junto ao setor de criação ou ainda ter sua própria confecção de lingerie ou moda praia.
  • Modelagem Industrial: O profissional pode atuar na indústria de confecção nas etapas de modelagem, risco e encaixe ou como encarregado de produção e no controle de qualidade. Em ateliês de costura ou alfaiataria, junto ao setor de criação, fazendo as modelagens ou ter sua própria confecção.
  • Moulage Básica: Nele você aprende a modelar no manequim peças básicas como vestidos, saias, blusas, blazers e calças e estará habilitado a desenvolver peças sob medida.
  • Operador de CAD: Profissionalmente, você poderá atuar na indústria de confecção como modelista operador de CAD, ampliador ou auxiliar de corte como riscador.
  • Piloteira: Você aprende o encaixe, o corte e a costura das peças e manuseia máquinas de costura doméstica, industrial reta, overloque e galoneira.
  • Desenho de Moda Básico: O curso habilita para o trabalho em indústria de confecção feminina, masculina e infantil como assistente de estilo, assistente de figurinista, ilustrador e desenhista de lojas.
  • Desenho de Moda no Corel Draw: O curso te habilita para trabalhar em indústria de confecção como assistente de estilo, assistente de desenvolvimento de produto, freelancer de desenho técnico e desenvolvedor de catálogos, embalagens, folders, materiais para vitrine e editoriais de moda.
  • Estilo – Designer de Moda: Esse curso te habilita para trabalhar em indústria de confecção, indústria de pret-à-porter, ateliê de alta costura, em desenvolvimento de produto, como freelancer, assistente de editor de moda, consultor de estilo, gerente de produto, coordenador de moda, comprador de magazines ou pesquisa de moda.
  • Personal Stylist: Você aprenderá como vestir uma pessoa adequadamente dentro do que a beneficia – biotipo, cores, estilo pessoal, estilo de vida, enfim, como pegar o melhor da moda e traduzir para o estilo individual.
  • Produção e Styling: Você terá amplo conhecimento de como é desenvolvido esse trabalho, da pauta ao trabalho finalizado, alimentando o seu olhar de moda através de aulas dinâmicas e trabalhos teóricos e práticos e estará preparado para construir imagens de moda, produzir catálogos, editoriais, lookbooks, outdoors, desfiles entre outros meios de comunicação, podendo atuar em empresas de desenvolvimento de produtos, confecções, revistas, lojas, estúdios, sites, jornais, revistas, etc.
  • Visual Merchandising e Vitrine: Com aulas teóricas e de campo, você conhecerá todas as ferramentas para aproximar o cliente do ponto de venda, facilitar a sua locomoção e proporcionar a ele uma experiência agradável e positiva atingindo o principal objetivo: alavancar as vendas.
  • Básico de Moda: É voltado para você que gosta de moda, mas está em dúvida em qual área atuar ou que antes de fazer uma faculdade, quer ganhar bagagem nas áreas de criação, confecção, marketing e negócios da moda.
  • Corte & Costura Básica: Você estará apto a costurar, sob medida, peças básicas através do método Sigbol em casa ou num ateliê de costura.
  • Malharia & Moletom: Fazendo esse curso, você estará apto para trabalhar na indústria de confecção nas etapas de modelagem, risco ou encaixe como freelancer, assistente ou assessor em modelagens, encarregado de produção, no controle de qualidade, modelista em ateliês de costura junto com o setor de criação ou ter sua própria confecção.
  • Costura e Acabamento: Aqui você aprenderá a fazer partes das peças como um cós, zíper, bolsos, golas, forrar peças, entre outros, manuseando máquinas de costura reta industrial, overloque e galoneira.

Tudo isso e muito mais, você encontra aqui na Sigbol. Corra e garanta seu futuro profissional.

Nesse quadro, veja quantas notícias já saíram sobre o assunto:

imagem para semana de Superzoom

 

*

Por Nayara , professora do núcleo de modelagem da Sigbol Fashion