Arquivo da tag: corte e costura

DICAS DE COSTURA!

Para você iniciante na costura, ou até mesmo quem já está acostumado a viver entre linhas, agulhas e ajustes, a Sigbol te dá algumas dicas valiosas na hora de confeccionar ou ajustar uma peça:

  • A margem de costura.

Para uma costura perfeita é preciso segurança!

Deixe um espaço como margem de costura. Use dois (ou mais) lápis ou canetas presos um ao lado do outro, suas pontas ficarão separadas com o espaço desejado.imagem 1

  • Alfineteiro.

Para quem usa e abusa dos alfinetes como auxiliares na hora da costura, faça um alfineteiro como já ensinamos aqui. Use palha de aço como enchimento, assim seus alfinetes e agulhas ficarão sempre afiados.imagem 2.1

Faça um alfineteiro para a sua máquina também (para que os alfinetes não fiquem perdidos no chão ou entre os vãos da mesa).imagem 2

Outra possibilidade para alfinetes perdidos é uma tigela magnética!

Providencie uma tigela (ou prato) e cole dois ou mais imãs na parte de inferior do recipiente escolhido, os alfinetes se concentrarão na região magnética (onde o imã foi colado).imagem 3

  •  Na hora da barra!

Na hora de costurar uma barra, os alfinetes podem auxiliar, mas para quem está começando ou quem quer rapidez e facilidade, use presilhas.imagem 4

  • Linha solta.

Colocar a linha na agulha gera reclamações independentemente do grau de experiência.

Use spray fixador na ponta linha.imagem 6

Ao pregar um botão use esmalte incolor para que a costura não se desfaça.imagem 7

  •  O ferro faz parte da montagem.

No caso de roupas brancas, camisas ou camisetas, espalhe um pouco de talco na área das axilas e logo em seguida passe o ferro, isso amenizará o aparecimento de manchas amareladas causadas pelo suor.

imagem 8

Se seu ferro está sujo, use sal para limpá-lo!

Espalhe uma quantidade razoável numa superfície plana em seguida posicione o ferro em sua temperatura máxima sob o sal, pressionando-o em movimentos circulares, repita tal operação até a chapa do ferro estar limpo como desejado.imagem 9

 

*

Por Mayara Behlau, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2 e 3

Inspire-se: Cantinhos de Costura diversos!

Todos os estilos de locais a seguir tem um mesmo propósito: ajudar você a criar um cantinho de costura para chamar de seu! A maneira de organizar esse local e a aparência que ele pode ter geram infinitas possibilidades, e dependem muito do seu espaço, dinheiro para investir, criatividade e necessidade.

Para isto, selecionamos diversas idéias de espaços de trabalho, com o intuito de te inspirar e despertar a vontade de arregaçar as mangas, redecorar e colocar em ordem seu local de trabalho! Ao final, divida com a gente a forma que você usou para organizar seu cantinho nos comments ok?

Os exemplos abaixo são mais indicados para quem não tem um quarto próprio para seu espaço de trabalho, e gostaria de usar o seu próprio para abrigar o espaço:

CANTINHOS1

Repare como é possível adaptar armários, caixas, fruteiras, além de aproveitar bem a parede para colocação de prateleiras etc.

CANTINHOS2

As próximas inspirações são as que necessitam de um cômodo reservado para este fim. Nesse espaço, que podemos já chamar de atelier, você possivelmente terá mais espaço para locomoção e para receber sua clientela.

CANTINHOS3

E aí, nossas imagens te inspiraram a organizar seu cantinho de trabalho? Mande uma foto pra gente e divida suas idéias!

*

Por Keyla Ferreira, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14 e 15

Workshop de Máquinas e Acessórios

Worshop de Máquinas e Acessórios

 

divider-3

A arte de costurar é tão antiga quanto a história da nossa evolução.dica para emagrecer

Foi na Idade da Pedra que surgiram as primeiras agulhas, feitas de ossos de mamute ou de marfim. E em seguida o tear, improvisado no meio de dois galhos de árvores fincados no solo, para procederem ao entrelaçamento dos fios.

O tempo passou e eis que surge a Roca de madeira, onde se fiavam as fibras.dica para emagrecer

Com o passar dos séculos, os teares sofreram valiosas melhorias, mas poucos progressos técnicos tinha sido feito até o século 19. Os tecidos eram costurados a mão, dando forma as vestimentas de filhos, maridos, pais, irmãos pelas mulheres sobrecarregadas pelos exaustivos afazeres domésticos, onde costuravam do cair da tarde até tarde da noite, a luz das fogueiras, velas de sebo, lamparinas e lampiões. dica para emagrecer

As fontes de pesquisa mostram que a primeira máquina de costura surgiu em 1829, concebida pelo francês Barthélemy Thimmonier para costurar os uniformes militares. E ao longo da décadas ela foi aperfeiçoada mediante vários inventores.

A costura é uma técnica sem mistérios, que se aprende com boa metodologia e esforço dirigido. É um aprendizado artesanal, que exige conhecimentos preliminares corretos, para ser desenvolvida com naturalidade e sem dificuldades. Possui o dom mágico de dar forma às ideias. Ideias estas diferenciadas em tudo, seja em pequenos detalhes ou toques pessoais.

No nosso Workshop você vai conhecer os tipos de máquinas que existem e seus acessórios, valorizando e orientando nas atividades de costura, proporcionando conhecimentos básicos efetivos, que você poderá desenvolver com sucesso total.

Divider_03

Conforto, Praticidade e Exclusividade: Onde Encontrar?

Quando pensamos em malha, o que vem à cabeça normalmente são as palavras conforto e praticidade, e as imagens de tecidos finos que marcam o corpo e pijaminhas não é mesmo? Mas saiba que existem formas de usar peças fininhas, confortáveis, e bem arejadas sem parecer que sua cama saiu de casa com você, colega! Vem cá que ensinamos como usar peças de malha de maneira adequada para que você não deixe aparente exatamente aquilo que não quer mostrar:

foto 2

Cada vez mais as malhas vem ganhando seu espaço (até por ser um tipo de tecido que amassa pouco, trazendo praticidade pro seu dia a dia) e já temos no mercado diversas opções diferentes, como as frias, de algodão, de viscose, de linho, as devorês, moletons, piquês (muito usadas em camisas polos), as helancas, etc.

foto 1

Para 2015, teremos tecidos com muitas cores e estampas, e, especialmente nesse verão, serão tendências os fios de tonalidade crua e espessuras médias, pontos abertos que parecem feitos à mão, mesclas, fios que se unem em duas tonalidades ou mais, e as superfícies texturizadas que resultam em efeitos geométricos e ondulações.

foto 3

Com tantas opções de malha fica difícil não querer usá-las e deixar nosso dia a dia mais confortável sem perder a elegância e o estilo próprio.

foto 4
Continua com medo de usar, sem saber se aquele vestidinho da vitrine vai cair bem? Não encana, amiga! Assim como cada um de nós tem um tipo físico diferente, existem vários tipos de malhas diferentes que podem te valorizar. Pensando nisso a SIGBOL esta lançando o curso de Corte & Costura Industrial voltado para a área de vestuário em malhas e tecidos com elastano, em que o foco é a aprendizagem da metodologia geométrica. Nele você aprende a fazer suas próprias peças, de maneira individual, usando a criatividade e aprendendo a adequar a malha a cada estilo e silhueta, e, de quebra, ainda ganha looks exclusivíssimos, colega! Venha você também nos conhecer!

*

Cynara Gomes Rodrigues, professora do núcleo de modelagem da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9

Tipos de máquinas e suas funções.

Você conhece bem todas as máquinas e sabe quais as funções de cada uma delas?

Então confira aqui com a gente. Você vai entender tudinho!!

Máquina caseira: Útil para iniciantes pois possui vários recursos, como caseado, zig zag, pontos decorativos, acabamentos, etc. De fácil manuseio, com muitos acessórios que hoje em dia, no mercado, facilitam a vida de quem a usa, como calcadores para zíper invisível, nervura, para patch work, franzido, entre outros.

tipos-de-maquinas-de-costura-domestica

Portátil, pode ser carregada com facilidade. Muitas delas têm o braço livre que facilita a colocação de mangas e acabamentos como punho e barras de calça. E ainda tem um custo benefício mais em conta.

 

Máquina reta industrial: Mais robusta, para grandes quantidades de peças e por isso exige um espaço maior. Por ser mais rápida, pode ser utilizada para materiais mais pesados como o couro, jeans, lona. Também com uma grande variedade de aparelhos e acessórios desde calcadores à aparelhos de viés, vivo, colocadores de elástico, etc.

maquina reta industrial

Por ser uma máquina reta e industrial só faz um tipo de ponto: o reto, que exige a utilização de outras máquinas para acabamentos em geral, como a overloque ou a galoneira.

 

Overloque Industrial: Máquina para acabamento em tecidos planos e fechamento de tecidos de malha. Máquina diferente da reta industrial, que exige o uso de três a quatro linhas para a formação da corrente. Exige um espaço maior e por ser industrial precisa de um local fixo.

Overloque Industrial

 

Overloque caseira: Tem a mesma função, mas por ser caseira torna-se portátil podendo ser transportada com maior facilidade.

Overloque caseira

  • Para melhorar o desempenho da máquina use fios e linhas siliconizados, a venda no mercado.

 

Galoneira Industrial/ Caseira:

GALONEIRA

Máquina utilizada para fazer acabamento em malha (barras simples, galão e trançador). Utilizada também na fabricação de lingerie para rebater elásticos, colocar viés, vivo e etc. São utilizadas duas linhas e um fio, e de uma a três agulhas, dependendo do acabamento que se quer ter.

galoneira ponto

 

Pespontadeira: Máquina industrial com a finalidade de fazer o pesponto de jeans e outros tecidos pesados. Possui de duas a três agulhas. Esse tipo de máquina é utilizada para acelerar o processo de produção em grandes empresas, principalmente na fabricação de jeans. E no setor automotivo, em bancos de carros, por exemplo.

pespontadeira

 

Fechadeira: Finalidade de fechar cós, laterais de roupas, ombros. Automaticamente faz a dobra do cós e da lateral diminuindo a necessidade do uso da overloque.

Fechadeira

Interloque: Um tipo de overloque com três agulhas que faz a costura reta e overloque ao mesmo tempo, diminuindo a necessidade do uso da overloque, acelerando o processo de produção.

Interloque

Muito usada no fechamento de calça jeans, camisaria e algumas produções de malharia.

 

Travete: Máquina robusta que tem como finalidade fazer travas em pontos específicos onde há maior tensão como bolsos, passantes, laterais, zíper.

travete-eletronica-leve

 Caseadeira: Máquina industrial que faz casas de várias espessuras e tamanhos.

Caseadeira

Bordadeira Caseira/ Industrial: Máquina computadorizada com variados programas para produzir bordados em alto ou em baixo relevo. Geralmente utiliza-se várias cores de linhas dependendo do estilo do bordado.

Bordadeira Industrial

 

 

*

Por Natalina Porto da Silva – Professora do núcleo de modelagem da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 1011 e 12