Arquivo da tag: closet

O ATEMPORAL NA MODA

Há peças de roupas e acessórios que fogem do domínio das tendências e permanecem firmes, ao longo dos anos estão sempre em alta, não há temporada, nem estação para essas peças serem usadas, elas estão sempre atuais e na moda.

Para esses tipos de peças damos o nome de atemporais,  pois elas não são afetadas pelas trocas de tendências do mundo da moda.

Com o passar do tempo uma peça que você tenha esquecida ai em sua casa pode estar em alta, ou seja, voltou com tudo e é tendência novamente. Aproveite momentos de feriado ou quando estiver mais tranquila para fazer uma limpeza no closet, vai ser uma experiência única e você poderá achar aquela peça esquecida e usá-la novamente, agora se você esta um pouco perdido sobre o que tirar do armário, quais são as peças-chave/ básicas/ essenciais que todas nós deveríamos ter? Então vamos lá!

  • JAQUETA DE COURO PRETA: Símbolo da turma rocker e dos músicos mais descolados do planeta, ela conquistou espaço cativo no nosso guarda-roupa. Versátil, foi ganhando diferentes modelagens ao longo do tempo. Para sair da mesmice, invista em modelos com texturas e shapes inusitados. Quanto à cor, fique com a mais bacana para esse clássico, sem dúvida nenhuma o preto.1 2

 

  • BLAZER PRETO : Amigo de todas as horas, faz o estilo biker, para um jantarzinho à noite, um almoço, trabalhar, viajar a negócio ou a passeio. Sem contar que esta peça tem passe livre para qualquer festas e afins.3 4

 

  • TRENCH-COAT BEGE: Criada por Thomas Burberry no final da Primeira Guerra Mundial, a peça sobreviveu aos modismos e já é considerada um clássico do guarda-roupa, reinando absoluta até hoje, levantando os mais diversos looks. Invista num modelo cáqui ou preto, eles vão bem com tudo ou também opte por uma parka bege, essas peças não são consideradas ‘’peças fashionistas”, mas sim básicas e essenciais.5 6

 

  • A BOA E VELHA CALÇA JEANS: Calças jeans são as rainhas de qualquer guarda-roupa, porém elas precisam ter um bom caimento no corpo, nada de calça que não serve mais no seu corpo ou que precisa passar manteiga para entrar nela, elas são peças coringas tanto na montagem de looks esportivos como casuais e por que não chiques também, por isso vale a pena investir em lavagens e modelagens diferenciadas.7

 

  • CALÇA PRETA: Pode ser estilo bomber, couro ou de alfaiataria, calça preta é um investimento sem arrependimento. Dúvida do que vestir em qualquer ocasião? A calça preta funciona muito bem, opte por usar uma malha e a jaqueta de couro ou um blazer colorido.  Está elucidado o quebra- cabeça, faz tempo que a peça deixou de ser uma exclusividade do closet das executivas. Com a onda minimalista que voltou a pairar na moda, a alfaiataria ressurge mais cool do que nunca, sem perder seus dois principais pilares: corte e caimento perfeitos, shapes novos e tecidos nobres são responsáveis por levar as calças do escritório para as passarelas e as ruas.8

 

  •  VESTIDINHO PRETO BÁSICO: Com certeza todas as mulheres tem um desses, ele faz parte do closet, pode ser de renda, couro, sarja, modelo com alcinha pra usar no verão com tênis (pra ficar esportivo) também pode ter modelos com manga comprida pra usar na meia estação com botinha baixa, não importa o modelo o importante é ter pelo menos um no armário. 9 11 10

 

  • VESTIDO ESTAMPADO: Os vestidos são peças versáteis e que combinam em qualquer ocasião, seja uma festa ou ambiente corporativo. Existem vários modelos como: curtos, médios e longos. A peça clássica aparece inovada no verão com estampas, design moderno, comprimentos diferentes e cortes assimétricos que prometem ser a nova aposta.

12 13

 

  • CAMISA BRANCA: Fundamental ter uma! Umas das peças mais clássicas do guarda roupa feminino e masculino, a camisa branca de alfaiataria, um clássico que nunca vai sair de moda seja no trabalho, para sair, num happy hour, numa festa, almoço, jantar, etc. Basta você apostar e abusar dos acessórios e dar uma cara nova ao seu look, hoje em dia temos camisas em tecidos mais leves, menos formais. É muito importante ter pelo menos uma em seu armário.

15

 

  • SUÉTER DE MALHA EM TOM NEUTRO OU CASHMERE: São indispensáveis no inverno, prefira tons neutros e terrosos, recomendamos essas cores por que estão sempre em evidência no inverno, e nunca sairão de moda.16 17 18

 

  • SCARPIN: Ícone sexy, o sapato de bico fino e salto alto mostra seu dinamismo ao passear por diferentes estilos. Não é à toa, agrada nove em cada dez mulheres e a mulher que não gosta já experimentou em algum momento da vida com certeza, versões envernizadas são clássicas e ainda atendem à tendência glossy. Para quem deseja uma peça multifuncional, os metalizados são perfeitos para as Cinderelas do século 21.19

 

  • SAPATO NEUTRO SEM SALTO: O conforto é outra coisa que não sai de moda, se você é da pegada mais confort, opte por sapatos mais baixos como: tênis all star, sapato, sapatilhas, algum mocassim ou mesmo a “novidade” do passado: o  oxford, pois são baixinhos, estilosos e compõe bem qualquer look.20

Na época de crise que estamos passando, o negócio é economizar, certo? Então não perca tempo, no próximo feriado ou fim de semana, de uma boa espiada demorada no closet para ver o que realmente importa e o que está ali há anos intocado e pode se tornar sua nova peça queridinha.

Saia em busca e monte looks maravilhosos com peças super legais que você já tem!

 *

Por Natalina Porto, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19 e 20.

 

Faxina no guarda-roupa

2015 se foi, 2016 chegou, e você está muito a fim de começar o ano com o pé direito? Porque não começar com um guarda roupa de arrasar, passando-o por um faxinão? Afinal, nada melhor para seu guarda roupa (e seu bolso, também, diga-se de passagem) que fazer uma faxina e organizar tudo, tintim por tintim, e criar espaço para novos looks e novas coisinhas (afinal renovar a energia sempre faz bem né?)

Muitas vezes, porém, ao abrirmos o espaço a ser arrumado, só aquela bagunça e a quantidade de coisas que você vê ao mesmo tempo pode te deixar confuso. Mas não tema: estamos aqui pra dar uma forcinha.foto1Então a primeira coisa a se pensar é: retirar tudo que ocupa o espaço (e tudo que deveria ocupá-lo, mas ficou de fora por conta da quantidade de peças que já atulhava o armário). Nossa, mas precisa? Sim, colega, precisa. Não tem jeito melhor de visualizar o espaço que você tem. Separe tudo, e, se tiver espaço suficiente, separe também por tipo de peça: calça com calça, saia com saia, camisetas com camisetas, etc.foto2Segundo passo é agora começar provando tudo. Peça por peça, e verificando no espelho se ficou realmente boa em você e se você realmente gosta dela, ou comprou simplesmente por estar barato ou em liquidação. Em casos como este, separe a peça: se estiver em bom estado, você pode doar (o próximo agradece!) ou levar pra vender em um brechó legal (hoje em dia, tem até pela internet! Só não vale usar o dinheiro lá mesmo e trazer peças novas que você também não vai usar… segura o forninho, colega!!!). Se, por outro lado, a peça não está lá aquelas coisas, pode envia-la para o conserto. Mas o faça agora, pois deixando para amanhã, normalmente esquecemos e só vamos lembrar quando estivermos precisando desta peça. Que vai estar com problemas. Então, força: mande pro conserto se for o caso.foto3Hora de colocar as peças novamente no armário, e ver o que realmente ficou. Você já vai notar, nesta etapa, que muita coisa comprada há tempos ficou parada porque você não se lembrava da existência dela, e que muita coisa foi retirada. O ideal agora é colocar as peças seguindo uma ordem, cada coisa em seu lugar. Camisetas, lingeries, meias e peças de malha em geral, etc., devem ficar em gavetas, ou em prateleiras no closet, preferencialmente divididas por cor e tipo de peça. São peças que correm risco de deformação quando penduradas. Já calças, saias, blazeres, camisas, etc., podem ser encaminhados para o armário, também priorizando os cabides ideais para cada tipo de peça (para quem não sabe, existem cabides especiais para calças, saias, etc., que guardam a peça mantendo o formato para que não amassem e deformem em meio ao restante das peças). Além disso, podem ser organizados por cores e por tipo de peça, como comprimentos de saias (da mais curta para a mais longa), tipos de calça, etc. Isso torna mais fácil a identificação da peça no armário.foto4A última etapa é verificar quais peças precisam ser adquiridas novamente. Aqui sugiro fazer uma pequena lista (não empolga demais nessa fase, hein!), somente com peças que são fundamentais no seu dia a dia, e que não estão mais em seu guarda roupa neste momento. Mas maneire a quantidade: se você costuma usar, por exemplo, calça pantalona no dia a dia, mas não calças retas, limite-se a anotar sua calça favorita, pois um exemplar reto, por mais recomendado que seja nas listas de “básicos de um guarda roupa” da revista mais próxima, não faz parte do seu momento hoje. A menos que decida na loja que a reta veste bem melhor em você que a antiga pantalona. Nesse caso, fique com a reta e esqueça a outra!

Pode parecer muita coisa para arrumar somente um armário, e é sim: a intenção aqui é criar para você um guarda roupa consistente com sua personalidade e coerente com o seu dia a dia, para que você passe pro mundo exatamente aquela mensagem que deseja. Na dúvida? Consulte um profissional, ou venha conhecer nosso curso de Personal Stylist!

Bom guarda roupa novo pra você!

*

Haranin Julia Maria, professora do núcleo de criação da Sigbol Fashion.

Referências: 123456789101112131415161718 e 19