Arquivo da tag: chapéus

Chapéus para a moda feminina – inverno 2016

Para o inverno 2016, o chapéu apareceu em várias coleções.

Este acessório foi muito explorado por várias marcas, principalmente os chapéus com abas amplas e em uma cartela de tons escuros.

Ralph Lauren New York RTW Fall Winter 2015 February 2015

foto 2

A aposta para este inverno foi em modelos com abas levemente maleáveis ou em versões estruturadas confeccionadas em feltro.1

Com a onda dos anos 70, os chapéus de abas largas apareceram em estações anteriores e ainda continua neste inverno 2016.foto 6 foto 7

O chapéu deste inverno pode ser usado com vários estilos, dos clássicos aos esportivos. foto 8

Antigamente o chapéu tinha como função proteger do sol, depois para esconder os cabelos mal tratados por causa da falta de produtos para a beleza, tempos depois se tornou símbolo de elegância.2

Nos dias atuais é considerado um acessório de muito estilo.3

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20 e 21

Tipos de chapéus masculinos

No início do século XX, o uso do chapéu era obrigatório para os homens.  Usar este acessório era considerado sinônimo de estilo e status, por isso que todos os homens não saiam de casa sem chapéu.

Com o tempo, o chapéu deixou de ser usado pela maioria dos homens, com exceção de alguns que usavam esse acessório para se proteger do sol.

Mas parece que essa moda está voltando, algumas personalidades andaram adotando o chapéu para compor o visual.foto 1 foto 2

Hoje existem vários modelos para as estações do ano. Mas alguns modelos estão em alta, o importante é escolher o chapéu de acordo com seu estilo.foto 3 foto 4

O chapéu coco é um dos clássicos, ele foi imortalizado por Charlie Chaplin, este modelo que traz um visual vintage hoje pode ser usado com looks mais leves e descontraídos. Com  a copa arredondada, sem sulcos e abas pequenas e curvadas, o chapéu coco foi adotado  atualmente por artistas.foto 5 foto 6

Chapéu panamá é um dos mais famosos modelos masculinos do mundo. Este é confeccionado no Equador, mas ganhou este nome quando o ex-presidente norte-americano Theodoro Roosevelt usou este chapéu no Panamá. Todo de palha, este modelo tem aba larga com cone médio, normalmente, tem o lanço em preto ou marrom, com a modernização ganhou outras cores. Este chapéu é perfeito para o verão, leve e fresco, com as abas grandes protege do sol.foto 7 foto 8 foto 9

Fedora também é outro chapéu famoso usado por homens, principalmente durante o outono e inverno, ajuda a se proteger do frio rigoroso. O modelo original é confeccionado em feltro, mas também é confeccionado em vários materiais diferentes. O chapéu Fedora tem aba média e um cone com tamanho bem próximo ao do panamá.foto 10 foto 11 foto 12

O trilby é um dos modelos que variam do chapéu fedora masculino. A diferença está na aba que é mais curta. O modelo original é em tons neutros e confeccionado de feltro. Como este modelo caiu no gosto dos homens, hoje também é feito em materiais diferentes e com uma cartela mais variada de cores.1O Boater é um chapéu muito conhecido pelos brasileiros. Este modelo se popularizou como símbolo da boemia no Rio de Janeiro, anteriormente era usado pelos banqueiros americanos, daí a origem do nome. Como o chapéu panamá este modelo é confeccionado em palha, mas sua estrutura é reforçada. Outro detalhe que diferencia um do outro está na aba que é reta, copa média e coroa lisa. Esse chapéu é uma ótima opção para o verão, tanto para uso a noite ou durante o dia.foto 16 foto 17 foto 18

O Porky Pie é um chapéu clássico que foi usado por cantores de jazz nos anos 20. Ele é confeccionado em tons neutros, tem uma aba curta, coroa reta e copa baixa, pode ser usado em dias frios.foto 19 foto 20 foto 21

O chapéu Homburg foi eternizado por um personagem de O Poderoso Chefão, Michael Corleone. Este filme foi considerado o melhor da história do cinema por Hollywood. Assim como o chapéu porkypie, este modelo é parecido com o fedor, também tem aba curta e levemente levantada.2A Cartola foi muito popular, compunha os trajes de gala e foi muito utilizada pelos magnatas americanos e britânicos. Nos dias atuais, pode ser vista na cabeça do Slash ou em algum personagem do ator Johnny Depp.3O chapéu Cowboy é um dos mais usados no Brasil, principalmente em Barretos. Este modelo também é conhecido como chapéu country que é associado às festas de peão. Ele tem aba grande e levantada nas laterais, a copa é alta e tem três vincos utilizados para segurar na hora de tirar e colocar o chapéu.foto 28 foto 29 foto 30

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 25, 26, 27, 28, 29, 30 e 31

Chapéus: uma forte tendência para o inverno.

Vamos falar sobre Chapéus, de sua origem à sua forte tendência nesse inverno.

A palavra chapéu deriva de uma palavra do latim antigo, “cappa”, “capucho”, que significa “peça usada para cobrir a cabeça” e do francês antigo chapel atual chapeau.

O chapéu surgiu na pré história usado pelos homens que caçavam e cuidavam de suas tribos e clãs, eram responsáveis também pela defesa, residiam em lugares quentes e criaram estas peças para se  protegerem.

Porém os registros mais antigos sobre a existência do uso de chapéus e proteções para a cabeça, são do ano de 4.000 a.C., no Antigo Egito, Grécia e Babilônia, época em que era normal usarem faixas de tecido na cabeça, para prender e proteger os cabelos, algo mais semelhante aos turbantes, e eram usadas também cordas finas com essa mesma finalidade. A fita ou “bandana” usados hoje em dia tem referência nesses primeiros adornos.

imagem 01

Mais tarde surgiram os turbantes, tiaras e coroas, que eram usadas pelos sacerdotes e pelos guerreiros, para definir status sociais. Os escravos na antiga Roma eram proibidos de usar chapéu, quando libertos, adotavam uma espécie de chapéu semelhante ao “Barrete” (boné em forma de cone com a ponta caída para o lado).

imagem 02

Abaixo veremos os níveis sociais associados a cada tipo de chapéu. O primeiro considerado um chapéu, nasceu por volta do ano 2000 a.C. e tinha o nome de “Pétaso”, originário dos gregos tinha uma copa baixa e umas das abas largas, era usado em viagens, como forma de proteção, sua grande versatilidade de poder ser ajustado e retirado facilmente fizeram com que perdurasse na Europa durante toda a Idade Média.

imagem 03

Na Idade Média, as igrejas não permitiam que nenhuma mulher mostrasse os cabelos em público. Por isso, usavam várias formas de esconderem o cabelo, a forma mais usada e simples, era um pano de linho que caía sobre os ombros e abaixo deles, os cabelos eram penteados para trás escondidos pelo chapéu e se aparecesse algum cabelo na testa, o cabelo era raspado para que não tirasse a atenção do chapéu.

imagem 04

Véus de noiva e as mantilhas espanholas são o que sobreviveu da moda dessa época.

Conhecido como chapéu de fada ou bruxa, o ‘Hénnin’ (campanário), surgiu no ano de 1400, em forma de cone ponte agudo, com um longo véu preso na parte superior, também uma variação com dois cones.

painel

Logo depois surgiu outro adorno que tornou-se bem  popular , ‘Crespine’ (estrutura de arame em forma de chifres cilíndricos ou esféricos), os cabelos que eram divididos ao meio, torcidos nas laterais e colocados no que servia de apoio ao véu dando o formato de asas de borboleta ou de coração.

imagem 07

Em 1500 começam a usar capuzes enfeitados com jóias e bordados.

No final do Séc. XVIII aparecem as primeiras chapelarias e após a Revolução Francesa surgem os gorros com abas largas, dotados de fita ou faixa com um nó abaixo do queixo.

imagem 08

Em 1860 foram substituídos por chapéus que eram presos a cabeça por grampos.

imagem 09

No início do séc. XX os penteados volumosos originaram chapéus grandes, e nas primeiras décadas os chapéus femininos foram evoluindo em formas e estilos variados.

  • 1900imagem 10

 

  • 1910

imagem 11

 

  • 1920

imagem 12

 

 

  • 1930

imagem 13

 

  • 1940

imagem 14

 

 

  • 1950imagem 15

 

  • 1960

imagem 16

 

  • 1970

imagem 17

 

  • 1980

imagem 20

 

  • 1990

imagem 19

Os chapéus específicos de distinção profissional como o dos soldados, marinheiros, cozinheiros, entre outros ainda permanecem.

Atualmente os chapéus são acessórios e caracterizam vários estilos através das diferentes formas, materiais e cores.

PAINEM

E também  é uma das grandes apostas de grifes nacionais e internacionais

55555

Nesse inverno use e abuse desse acessório, arrase!

*

Por Pri Marx, Professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 123456789101112131415161718192021 e 22.

Inverno com estilo: boinas para esquentar sua cabeça!

FOTO1

A boina, do inglês Beret e do francês Béret, surgiu no sudoeste da França. Começou sendo usada nas cabeças de militares, por sua praticidade e, ao mesmo tempo, proteção. Caindo nos gostos do público, acabaram por ser replicados e vendidos, e, assim como vários outros artigos militares, sua popularização ocorreu rapidamente.

Na moda, a boina sempre esta presente e tem que ter estilo para usa-la. Como o inverno já esta ai, batendo na nossa porta, e essa é considerada a estação mais elegante do ano, que tal se esquentar de forma prática e ao mesmo tempo fashion?

foto2

Siga nosso passo-a-passo e produza sua própria boina! Teste tecidos diferentes, customize-a e deixe-a com sua cara.

 

PASSO A PASSO BOINA FEMININA

imagem 7

  1. Num papel desenhe um círculo com as medidas da imagem.imagem 8
  2. Corte um retângulo com a medida da cabeça. Passe a fita métrica na altura da testa e contorne para achar a sua medida.
  3. Corte um segundo retângulo para o laço, esse pode ser no tamanho que você quiser claro que dependera do tamanho do laço desejado.
  4. Para costurar esta boina marque pregas ou franza com à medida que pretende.
  5. Feche a lateral do retângulo.
  6. Pregue a faixa no circulo.
  7. Vire a faixa novamente e costure em toda a volta.
  8. Faça o laço, costure e vire.
  9. Marque o meio e pregue o laço na boina.

Para este passo a passo, os melhores tecidos são o soft, o veludo, plushs, flanelas lãzinha, etc.

 *

Por Natalina Porto,

Natalina Porto, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion

Referências: 1