Arquivo da tag: Cartela de Cores

Cartela de cores

A gente já explicou qual a função da Cartela de Cores aqui no blog. Agora como organizar uma, é detalhe a parte.

3

Quando se trata em criar uma cartela de cor, a dica é investir em pesquisa e principalmente na intuição. Mas é necessário manter atenção na temporada: Outono/Inverno ou Primavera/Verão.

A cartela de cores também irá depender da cultura local, por isso é muito importante pensar no público alvo e o tema da coleção.

Vale acompanhar exposições, lançamentos do cinema, clipes de música, projetos de fotografia, entre outros, pode ser muito interessante para se inspirar.

untitled-1589

Uma cartela de cor não deve ser linear, ou seja, feita apenas de um tom, precisa de tons de acento e sutis. Os tons de acento são geralmente trabalhados em detalhes como estampas, recortes, aviamentos ou produtos especiais da coleção. Já os tons sutis são trabalhados em itens básicos.

Usar diferentes texturas e tecidos ao montar a cartela de cor pode ajudar a compreender as cores que você escolheu para a coleção existir. É importante que o processo seja tátil, para melhor análise.

1-1

Em nosso curso de Estilo, você aprende muito mais técnicas sobre como montar sua cartela de cores para a coleção. Dá só uma olhadinha:

*

Por Paola Sanguin, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6.

Qual a função da cartela de cores?

A cor exerce uma atração psicológica no ser humano. Esta muito além de assumir apenas um papel decorativo ou estético, está ligada à expressão de valores sensuais e espirituais.  A cor pode ser utilizada de maneira simbólica ou como forma de estímulo visual, pois é o elemento que mais proporciona impacto e predomina numa imagem.

yu

Portanto, a utilização da cor não pode ser feita parcialmente numa coleção. É preciso encontrar uma linguagem específica por meio da qual, deve atingir os objetivos desejados junto ao público-alvo. A simples pesquisa das tendências atuais de moda não basta para definir a cartela de cores de uma coleção, pois é necessário levar em conta o público e suas particularidades, a personalidade da marca e o tema predominante na coleção.

Por exemplo, se o público for jovem a preferência predominante é por cores fortes, já que se trata de pessoas mais abertas a estímulos externos e mais propensos às influências da moda. Há uma reação corporal do jovem em relação às cores fortes, podendo ser este um fator decisivo no comportamento de compra. Pelas próprias exigências da idade e porque sabe que poderá substituir os objetos dentro de um prazo relativamente curto, ele se inclina ao uso de cores vivas.

jghj

Se o público for feminino essa tendência se acentua. Segundo pesquisas já realizadas, as mulheres são mais receptivas às mudanças. O que parece explicar a grande variedade de cores para esta estação.

Ao elaborar uma coleção, é sempre bom pesquisar quais cores estão em alta, para definir a cartela de cores. Geralmente se trabalha com oito cores, subdivididas em quatro tons frios e quatro quentes, podendo se acrescentar o preto e o branco, se este for o caso da coleção.

sds

As pessoas que trabalham com moda devem prestar muita atenção quando forem fazer combinação de cores, para que o resultado seja agradável. Porém, o número de cores também não é uma regra fixa, pois isso depende da proposta do estilista.

E ae, bora desenvolver uma coleção?

*

Por Paola Sanguin, professora do núcleo de criação – Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, Apostila de Estilo e Manual Técnico Arte de Vestir.