Arquivo da tag: alternative

Caveirismo, de onde vem?

Tanto no submundo alternativo entre os góticos e os punks, quanto na moda mainstream (o fast fashion que veste a massa dominante) as caveiras estão presentes em estampas corridas ou localizadas, em acessórios e tatuagens, cada uma significando algo (ou não) para quem a carrega no corpo ou na pele.

Celebrações como Dia de Los Muertos no México, o Halloween  nos Estados Unidos e até mesmo o Zombie Walk utilizam essa estética mais sombria cheia de caveirismos.

E não tão diferente de nós aqui do Continente Americano,  a tribo Omo Masalai em Nova Guiné também faz suas celebrações em um festival denominado Sing Sing onde os membros pintam seus rostos e corpos com desenhos e formas que nos remetem à passagem entre a vida e a morte.

PNG Bird of Paradise feathers story - Jungles Pic: Copyright Timothy Allen. IT IS FORBIDDEN TO REPRODUCE THIS IMAGE IN ANY MEDIA WITHOUT WRITTEN PERMISSION. BBC Human Planet

Nota-se a semelhança e a impressionante estética entre tal ritual e o cenário alternativo ocidental.

Ao contrário do que muitos pensam os primórdios de tal estética no mundo fashion deu-se a partir da moda mainstream, com aparição de Elsa Schiaparelli juntamente com Salvador Dalí na década de 20. Foi precisamente em 1938 na coleção denominada Circus que ambos criaram o vestido esqueleto dando início a peças inspiradas em caveiras durante o século XX.Untitled-1

Com o decorrer dos anos essa tendência se renovou em desfiles de designers renomados como Alexander Mcqueen, Christian Lacroix, Iris Van Herper, Alexandre Herchcovitch, etc.

Untitled-2a1d7971b4988578dd35672b0ab19dd73Untitled-3

S„o Paulo, Brasil ñ 21/01/2010 - Desfile de Alexandre Herchcovitch Masculino durante o S„o Paulo Fashion Week - Inverno 2010. Foto: Marcelo Soubhia / Ag. Fotosite

Nas subculturas e seus representantes musicais, a estética se faz presente na forma mais questionadora e impressionante possível.

84695-all-glory-to-Papa-Emeritus-II-C4ZD tumblr_mddsozQXYG1rti4kro1_500 tumblr_n2peh9Gqdx1rdmvxuo2_250

 

*

Por Mayara Behlau, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4 5

Creative Friday – Toy Art

20081222074752_large

Toy art, designer toys, urban vinyl, enfim… Existem vários termos que definem o conceito de “brinquedo de arte”.

O Toy Art não é feito para brincar, é dirigido para pessoas com idade adulta com o intuito de colecionar ou decorar o ambiente.  Ele é uma manifestação contemporânea que se apropria do brinquedo para mesclar design, moda e urbanidade, porém sempre terá edição limitada, numerada ou assinada, não sendo relançado – a não ser se for criada nova versão de grafismo. Seus temas derivam e podem ser meigos, violentos, subversivos, políticos, cômicos, criativos ou de linguagem urbana, underground, erótica, satírica, etc. O intuito do toy art é, como qualquer obra de arte, causar alguma reação no observador.

OIsQualquer material pode ser utilizado para se fazer um toy art. Os nacionais são geralmente de tecido ou plush, por serem de fácil manufatura e acesso. Já os importados costumam ser de vinil ou materiais plásticos, de processos bem mais caros e industriais. Existem também de madeira, metal, resina e até papel.

compras-liberdade-008Temos vários termos e tipos de toy art: o DIY (Do It Yourself ou “faça você mesmo”); os Customs (modificados por artistas para se obter um design único); Séries (uma linha de variações gráficas sobre um mesmo modelo); Blind Box (vêm em pequenas caixas lacradas, e quem compra não sabe o que tem dentro); Open Box (o comprador, nesse caso, já sabe o que tem dentro); Chases (unidades secretas de uma série); Ratio (a proporção em que você pode encontrá-lo).

Vamos conferir a série Sigbol Fashion?! ♥

Painel Toy Art

20141210_194834 CAM03284 image1 image2 image3 image4 image5 image6 image7 image8 toy art - Juliana Porto