Qual o papel do Visual Merchandising numa empresa de moda?

01

Pouco se sabe sobre esta poderosa ferramenta de vendas, o que para algumas empresas pode ser considerado um luxo desnecessário, outras tem o V.M como centro dos seus negócios e garantem que é parte integrante do Marketing, encantando, seduzindo e acima de tudo vendendo.

02

Vale ressaltar que os conceitos técnicos de V.M são universais, o que pode ser alterado é o posicionamento, estratégia ou tática da empresa. A corporação deve ter consciência de onde está, onde deseja chegar, em quanto tempo e quanto de investimento dispõe.  Estas são medidas necessárias para o desenvolvimento de um projeto de V.M. Não podemos esquecer que mudança de cultura leva tempo é preciso ter paciência, persistir, talvez o mais importante seja entender que as pessoas são peças chaves no processo.

04

Um profissional de V.M deve analisar relatórios de vendas e com base nisso desenvolver as ações fundamentadas com números e necessidades, rentabilizando a área de vendas, incentivando a venda por impulso e aumentando o valor do ticket médio.

05

O V.M utiliza da arquitetura, design, iluminação, cores, mobiliário, layout para ambientar e aclimatar o PDV, ele pensa antes para que o cliente não precise pensar, antecipando suas necessidades e despertando o desejo por compra.

Depois dos colaboradores, o produto, é nosso maior patrimônio, e é a matéria prima do V.M que deve colocar o produto ao alcance do consumidor no melhor ponto, com a exposição adequada, na quantidade certa, com tudo limpo, com equipamento abastecido e precificado. Tudo isto é muito importante para atender um cliente cada vez mais exigente.

O V.M encanta, seduz e, acima de tudo, VENDE!!!

*

Por  Nasser Salim Junior –  Professor do curso de Vitrine & Visual Merchandising da Sigbol Fashion

Referência: 1.

Creative Friday

Um acaso da natureza que pode acontecer com humanos, animais e frutas é o nosso tema dessa semana. Algo que se duplica, mas não por completo. É também sinônimo de uma linda raça de gatos.  Um tema nada óbvio e o maior dos desafios até o momento, mas estamos aqui para provar que a inspiração e a sensibilidade pode surgir de onde menos se espera. Tudo é inspiração, tudo é poesia. Com vocês, siameses.

DSC_0001 DSC_0003 DSC_0005 (2) DSC_0007 DSC_0012

 

DSC_0012 (2)

Creative Friday

Tempo. Tempo de começar, recomeçar, voltar atrás. Tempo que não corre no relógio quando estamos ansiosos, e voa como um jato quando estamos desatentos. Tempo que em um loop eterno, renova e recicla a moda, e no fim das contas, tudo se torna atemporal. Tempo que premia e castiga, apaga e constrói. Tempo. Nossa inspiração desta semana.

Creative friday 005 Creative friday 007 Creative friday 010 Haranin

 

Creative friday 020

Creative Friday

Hoje a Creative Friday homenageia ela, que se desenrola de meadas e novelos ou simplesmente sai da ponta de um lápis, pincel, caneta ou o que a imaginação permitir e une, ata, se emaranha, se entrelaça, une dois ou mais pontos, e em traços ou tramas e pontos faz a moda acontecer, faz a forma acontecer.

A linha foi o nosso tema, e inspiração não faltou, confiram!

Camilla Elizangela Haranin Priscila

foto 1 foto 5 montagem 1