Arquivo da categoria: Notícias

As principais tendências da moda, looks, conteúdo exclusivo dos desfiles e bastidores das temporadas de moda e as últimas notícias do mundo fashion.

Beneficiamento Têxtil

Beneficiamento têxtil é setor responsável por enobrecer os tecidos utilizados na indústria.

Ele se divide em primário, secundário e terciário. Consistindo em operações realizadas para que o material tenha condições de receber tintura e acabamento final, como colorir o tecido. As operações também melhoras as características do tecido, como brilho e toque. Para isso, são utilizados produtos químicos que atuam como corretores de pH e auxiliam na fixação. Outras substâncias são utilizadas para a prevenção de problemas ocorridos durante o processo de beneficiamento.

A água é a principal matéria-prima do processo ,e deficiências em sua qualidade podem causar problemas, como contaminações. A principais contaminações ocorrem por conta do ferro, cobre, manganês e cálcio. Eles podem causar manchas e problemas de fixação dos corantes.

O beneficiamento têxtil é composto por três tipos de processos:

Esgotamento: Nele o tecido é colocado em um banho e entra em equilíbrio com uma solução de corante, após ter absorvido ou fixado a maior quantidade possível, o tecido é lavado para eliminar os excessos. Os equipamentos utilizados são: barca, jigger, turbo e jets.

Contínuo: Aqui o tecido passa várias vezes pelo banho e em seguida é espremido uniformemente, depois a cor é fixada por meio de calor seco: ar quente (pad-dry, pad-thermofix), e calor úmido: vapor (pad-steam).

Semi-contínuo: O tecido é impregnado durante o banho de tingimento, depois é necessário que fique em repouso por algumas horas para que ocorra a reação do corante e por último é realizada a lavagem.

As peças passam a ter maior valor agregado após a realização do beneficiamento, o que torna o processo muito importante para a indústria e o mercado da moda.

*

Por Paola Sanguin, professora do núcleo de criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7.

Doudone, a tendência masculina para a temporada!

Aos poucos estão surgindo as tendências para a próxima estação deste ano, e uma delas vai estar presente no guarda-roupa masculino!

A jaqueta de gomos acolchoados, o famoso jaquetão de nylon ou simplesmente DOUDONE vem ganhando as ruas e passarelas há um tempo, mas na temporada masculina de outono-inverno 2019/20 virou tendência!

Com o conforto em alta, além de ser um coringa em combinações esportivas, o doudone pode ser usado com peças em alfaiataria, saias, vestidos, saltos! Não deixando ninguém de fora.

*

Por Mayara Behlau, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2 e 3

Nasce um novo conceito de mercado: OMNICHANNEL.

A progressão das interações humanas visando  a prestação de serviços resultou categoricamente numa linha evolutiva da integração entre comércio e consumidor.

A primeira instância temos o consumidor 1.0, presente desde o conceito  de “moeda de troca” onde o mesmo se adequara ao produto e não ao contrário.

Com a melhoria do comércio especializado e o crescimento metropolitano decorrente da Revolução Industrial, estendendo-se até a última modalidade varejista temos o consumidor 2.0 com a ascensão do comércio virtual crescente nos anos 90 adaptando-se a demanda de conforto e a facilidade de almejar o produto final.

Seguindo os passos de uma linha histórica e de um consumo mais sensorial e tecnológico nasceu o conceito omnichannel, onde o consumidor acessa informações online sobre o produto/serviço mesmo estando dentro de uma loja física, formando assim uma sinergia de vendas, uma integração entre o online e o offline provendo uma experiencia de 360° através de todos os canais.

No nosso curso de Estilo –  Design de Moda, tem aulas de marketing onde você pode criar sua marca com logo e conceitos guiados por profissionais.

*

Por Mayara Behlau, professora no Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1

Seda vegana: o bagaço da laranja revoluciona o mercado.

Orange Fiber, empresa italiana criada por Adriana Santanocito e Enrica Arena patenteou uma tecnologia de aproveitamento da celulose do bagaço das laranjas.

Todo insumo é natural das indústrias italianas de sucos, tendo por ano 700 mil toneladas de frutas cítricas colhidas no país.

Segundo as empresárias, o fio de seda vegana feito do bagaço da laranja é leve, suave ao toque e pode ser opaco ou iridescente, de acordo com a necessidade do uso.

E a Ferragamo, grife também italiana de artigos de luxo já abraçou a ideia em alguns de seus produtos.

Até vestidos e peças estreados no tapete vermelho.

*

Por Mayara Behlau, professora no Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2 e 3

 

Eterna Jaqueta Chanel

Em busca da liberdade feminina Gabrielle Chanel criou uma peça que substituiu os sufocantes espartilhos, baseada nas peças masculinas ela criou uma jaqueta de modelagem simples e confortável.

Chanel trouxe ao guarda-roupa feminino peças que permitem que as mulheres se movimentem com mais facilidade, sem parecer uma boneca de porcelana.

Anos depois de sua criação a jaqueta Chanel continua uma peça indispensável, um ícone fashion. Essa peça nunca sai de moda segundo Karl Lagerfeld.

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20 e 21