Arquivo da categoria: Dicas

Aqui você explora dicas de moda, customização, costura, e muitas outras possibilidades.

Moda e Pesquisa

A pesquisa é essencial para o estilista. Ela é a coleta de ideias que se antecipa da criação e que fornecerá o direcionamento estético e comercial da coleção.

Resultado de imagem para fashion design

Esta atividade pode levar meses para ser organizada e processada a fim de fornecer ao criador a clareza de interpretar uma série de informações e traduzir através dos detalhes das peças.

Resultado de imagem para fashion design shutterstock

A pesquisa para o criador de moda é um trabalho que exige disciplina e técnica para que o profissional possa descobrir e registar o que está nas ruas, nas vitrines, nas revistas, no cinema, nas feiras, nos desfiles, na região, política e na tecnologia, entre outras.

Resultado de imagem para fashion design

Para este processo criativo detalhado e inovador é preciso fazer esta jornada para que os produtos de moda desenvolvidos despertem desejo e tenham competitividade no mercado.

Resultado de imagem para vitrine channel

A Sigbol prepara você para o mercado de trabalho, em nosso curso de estilo você aprende todo esse processo. Confira:

*
Por Paola Sanguin, professora do núcleo de criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5.

Passo a Passo 2 em 1! – Marca Pagina de feltro.

Materiais:

  • Feltro ou tecido
  • Fita de cetim
  • Elástico
  • Agulha e linha

Desenhe a forma que você deseja para seu marca página e corte no feltro.

img-1 img-2 img-3

Corte o elástico com 40 cm de comprimento, e a fita pode ter comprimento a gosto.

Alfinete as partes juntas e costure a mão:

img-4 img-5 img-6img-7img-8

Faça isso em toda peça e enfeite com fitas:

img-9

Pronto! Agora é só usar.

img-10 img-11 img-12 img-13

*

Por Marjorie Campos, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

Moda e Proporção.

A percepção das proporções humanas teve como um dos primeiros estudiosos o arquiteto e escritor romano do século I, Marcos Vitruvius Pollio, que defendia a ideia que os templos fossem magníficos deviam ser construídos  tendo por base nas analogias do corpo humano.

Quando a renascença redescobriu as ruínas clássicas de Grécia e de Roma, Leonardo DaVinci ilustrou a versão dessa ideia de Vitruvius com o seu famoso desenho também conhecido como o homem Vitruviano. O redescobrimento das proporções matemáticas do corpo humano no século XV por Leonardo e outros é considerado umas das grandes  realizações que conduzem ao Renascimento Italiano. O desenho também é considerado frequentemente como um símbolo da simetria básica do corpo humano e, por extensão, para o universo como um todo.

2c0859bb7dfc658e3be22a9da1642799

Na área de design de moda uma possível aplicação da razão áurea é representada por outro tipo de proporção mais simples e compreensível: 1/3 ou 2/3. Esta proporção mantém a vestimenta equilibrada com o corpo, nunca dividindo-o ½.

1eb20833cbf09112224ca8464109ec91 1918914bc1aab0fee0da4fe91e595ec3 aa08b52bd407c0e56d0610821af76e47

*

Por Mayara Behlau, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1 e 2

Acabamentos

A construção de uma roupa depende de uma série de detalhes, desde posicionamentos com a modelagem, posicionamento do encaixe, cuidados com o corte, até a montagem e acabamentos.
Os acabamentos são partes essenciais e que fazem a diferença na finalização de uma peça. Existem diversas técnicas para aprimorar seu trabalho e entre elas estão:
O Revel: este é retirado da própria modelagem e aplicado em decotes, cavas, golas, lapelas, cinturas, etc. Muito utilizado na construção de saias, blusas, vestidos e Blazers.imagem-1 imagem-2

imagem-3

O cós: é aplicado em cintura de saias, calças ou jaquetas. Nas jaquetas geralmente utiliza-se um tecido diferenciado, semelhante ao do punho ou canelado.
Em calças é comum vir acompanhado de passantes para cinto.

saia imagem-5 calca

O viés: pode-se comprar pronto, vendido por metro, ou utilizar o próprio tecido e cortá-lo no sentido enviesado, dobrando-o de forma que a trama fique em direção a ourela. Pode ser costurado manualmente ou através de calcador específico.

imagem-7 imagem-8 imagem-9

imagem-10 imagem-11

O galão: é utilizado em malharia e só pode ser costurado na galoneira, através de um aparelho próprio para colocar galão. É necessário cortar várias tiras do tecido que será trabalhado com a largura correspondente a do aparelho.
Ele é muito utilizado para acabamento de decotes, mangas, cavas e destinado ao segmento fitness, moda praia, lingerie e moda bebê. imagem-12 imagem-13 imagem-14

Costura francesa: é um método para fazer uma costura dupla que é utilizada para esconder as arestas do tecido (desfiado). Por ser mais sofisticado é muito comum em alfaiataria e camisaria.

imagem-15 imagem-16

Forro: é o acabamento no qual é possível esconder todas as costuras, pois serão embutidas. Para sua construção é necessário montar duas peças, a do tecido e a do forro. Muito comum em saias, blazers e roupas de festa.

imagem-17 imagem-18

*

Por Jaqueline Zanatta, professora do núcleo de modelagem da Sigbol Fashion São Bernardo.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 1718, 19 e 20.

 

Dica Rápida: Como não deixar seu cone de linha cair na hora da costura.

iamgem a

Sabe quando você vai costurar na máquina caseira com um carretel de linha grande, pois o pequeno não vai te ajudar muito já que a costura levará mais linha do que vem nele?

Pois é acreditamos que todas as colegas da costura já se irritaram com o bendito do carretel dando voltas e caindo, ou ele começa a andar e tomba quebrando a linha, ai só resta colocar a linha na máquina novamente e rezar para que ele não saia dançando de novo.

Hoje nesse post vamos dar umas dicas bem básicas que vão acabar com o show do carretelzão…

Dica 1: Quando for costurar passe a linha de forma habitual, coloque o carretel para trás da máquina, coloque uma xícara ou caneca com o carretel de linha dentro na mesma direção do pino da máquina, o cone formará um ângulo perfeito de 90° graus e a linha sairá dele de forma proporcional sem sair rodando e soltando toda a hora.

imagem 1

Dica 2: Outra dica para as linhas salientes é preparar um tipo de suporte para pôr o carretel dentro, bem fácil de fazer, pegue um vidro vazio e faça um furinho na tampa com um prego, cuidado para que o furo não fique com farpas soltas, pois pode quebrar a linha quando estiver costurando, prefira potes como os de maionese, além de ajudar a não quebrar a linha e nem que ela saia do lugar, também é uma forma dela não pegar pó.

imagem 2

*

Por Andreia de Araújo, coordenadora dos Núcleos de Modelagem e Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2 e 3