Tipos de Estampas.

A cada temporada novas estampas são propostas. A estampa é um elemento muito importante para um produto de moda. Elas podem ser florais, listradas, geométricas ou orgânicas. Também podem ser em forma de paisagens, pássaros, frases, etc,.

foto 1 foto 2

A estampa de boa qualidade agrega valor às bermudas, camisetas, vestidos, macacões e outras peças do guarda-roupa feminino, masculino ou infantil.

foto 3 foto 4 foto 5

Hoje existem algumas técnicas para o desenvolvimento de uma estampa, e são divididas em três: localizada, rotativa/corrida e digitais. Cada técnica resulta em um tipo diferente de estampa.

foto 6 foto 7 foto 8

Estampas localizadas podem ser produzidas por diferentes técnicas, silkscreen e sublimação são as mais comuns.

O silkscreen é um processo básico, em que são usadas telas, tintas e rolos de borracha. Cada cor do desenho deve ser aplicada em uma etapa diferente, se a estampa possui cinco cores, serão usadas cinco telas separadas.

foto 9 foto 10 foto 11

No processo de sublimação, um desenho é impresso com tinta especial em um papel desenvolvido para sublimação. A imagem é transferida do papel para a peça com auxílio de uma prensa quente.

foto 16 foto 17

Estampas rotativas ou corridas, são utilizadas em peças em que os desenhos preenchem boa parte do tecido. São sequências de padrões como flores, folhas, penas ou pássaros. O custo deste tipo de  estampa é alto, principalmente quando comparado com processos digitais, porém quanto maior é o volume produzido, mais barata a técnica fica. Este tipo de estampa é feito com o uso de cilindros metálicos, que possuem perfurações. A tinta passa por estes furos e fixa no tecido.

Cada cor deve ser aplicada em uma etapa e usar cilindro diferente. Quanto mais cores tiver a estampa, mais caro é o seu processo de produção.

foto 12 foto 13

Estampas digitais são impressas diretamente no tecido, este processo nos últimos anos está cada vez mais popular na indústria, principalmente porque esta técnica permite uma maior precisão nos desenhos e dá para explorar o maior número de cores. O desenho da estampa é digitalizado, depois a peça de roupa é colocada em uma máquina de impressão para receber a estampa. Depois a peça recebe uma lavagem, para que os resíduos da impressão sejam retirados.

foto 14 foto 15

O bom desta técnica é a rapidez com que as peças são estampadas. Este processo é muito moderno, e aumenta as possibilidades na hora de desenvolver um novo produto, principalmente no número das cores. Esta técnica também é muito utilizada para reproduções de fotografias nas roupas.

foto 18 fto 19

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de criação da Sigbol Fashion.

Referências: 123456789101112131415161718192021 e 22.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s