Novos padrões de beleza.

A beleza sempre foi um tema a se discutir, no decorrer da história a mulher passou por vários padrões de beleza, quem não estava neste padrão, de certa forma era excluída pela sociedade. Na antiguidade até a idade moderna era belo a mulher ter muitas curvas.

foto 3 foto 2 foto 1

No final do século XIX, a cintura era referência de beleza, e durante o século XXI ocorreram várias mudanças. Na década de 50 as mulheres com curvas ainda eram o padrão de beleza, mas depois da década de 60 a silhueta do momento era a ausência de curvas. Principalmente na área da moda, as modelos com influência da Twiggy ficaram magérrimas, e essa silhueta até pouco tempo dominava o mercado de moda.

foto 4 foto 5

Mas como nada é para sempre, e com o surgimento de novos mercados, os padrões não são mais os mesmos, hoje tem mercado para todas, magras, malhadas ou cheinhas. Alguns criadores já estão incluindo modelos um pouco maiores do que antes, principalmente com o aumento na procura do mercado plus-size. São poucas, mas algumas agências já tem em seus portfólios modelos com mais curvas para atender a necessidade dos seus clientes.

foto 7foto 8foto 6 foto 18

Nos dias atuais, ainda não vemos muita propaganda sobre este mercado em relação aos outros, mas aos poucos está mudando.

A modelo Ashley Graham se tornou uma ativista empenhada pelo direito de assumir o próprio corpo, a ideia é que todas as mulheres tenham mais confiança, independente do número que usem e que o mercado de moda comece a desenvolver mais produtos de moda para essa consumidora, principalmente coleções de prêt à porter e alta costura, por que não? Assim o mercado aumentará a procura por modelos com mais curvas.painel - 1

NEW YORK, NY - SEPTEMBER 15: Ashley Graham walks the runway as Addition Elle presents Fall/Holiday 2015 RTW and Ashley Graham Lingerie Collection At KIA STYLE360 on September 15, 2015 in New York City. (Photo by Thomas Concordia/WireImage for STYLE360)
foto 12

A revista Elle, em algumas edições anteriores, também lançou uma campanha promovendo essa mesma ideia, publicando vários editorias com modelos de belezas e manequins diferentes. As consumidoras aos poucos estão mudando e a mídia precisa usar isso a seu favor, incentivar as mulheres a serem felizes como são, afinal a moda é para todos.

painel - 2

*

Elizangela Gomes professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 12345678910 ,11121314151617 e 18.

 

oto 16 Foto 17

Uma opinião sobre “Novos padrões de beleza.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s