“Eu sou assim? Então ótimo. É assim que me apresento.”

Desconstrução foi a palavra de 2015, em todos os seus aspectos, padrões de belezas foram discutidos assim como política e igualdade de gêneros e outros milhares de tópicos que podem ser agregados como temas a serem desmistificados.

Várias marcas e grifes conceituadas passaram  levantar o debate sobre o corpo feminino, como a Lane Bryant com sua campanha “I’m No Angel”.4b4f6f54a287eb21b5f80b373c408b51

E no aniversário de 27 anos da ELLE que trouxe ninguém mais, ninguém que VOCÊ na capa.elle

capaelle2

Assim como vez a VOGUE em 99.vogue cover 1999

Além disso, uma das fortes tendências de beleza da última temporada de desfiles foi respeitar o cabelo natural de cada modelo.Untitled-1

& Others Stories, marca irmã da H&M, lançou recentemente um lookbook para divulgação do seu segmento lingerie intitulado “For Women, By Women” onde retrata mulheres reais, com marcas reais, desde cicatrizes de parto até pelos e tatuagens.campanha-and-other-stories campanha-and-other-stories_1 campanha-and-other-stories_4_0

A marca afirma que os únicos retoques necessários foram para ajustar as cores do anúncio.

A discussão do que é belo ou de como se deve ser ainda está em pauta para muitas grifes e revistas que influenciam nossa estética e nosso modo de se portar.

Bonito é ser diferente, e está na moda!

*

Por Mayara Behlau, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 23 e 4

 

2 opiniões sobre ““Eu sou assim? Então ótimo. É assim que me apresento.””

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s