Você conhece Alexandre Won?

alexandre imagem 1

Won cresceu usando roupas sob medida feitas pela mãe, uma estilista craque em modelagem. Por essa razão, sempre foi muito exigente quando o assunto é vestuário. Formou-se em direito, mas decidiu seguir seu caminho na moda. Além do grande aprendizado na confecção da mãe, ele aprimorou seus conhecimentos com um alfaiate, hoje bem velhinho, cuja identidade prefere manter em segredo. “O resto foi praticamente sozinho. Sou muito ligado à estética e sempre tive boa noção de proporção, geometria…”, afirma no site.

Sempre se preocupou em se vestir bem, respeitando suas formas e necessidades, imaginou que outras pessoas também passavam pelo mesmo problema: a dificuldade de encontrar algo exclusivo. A partir daí surgiu a ideia de abrir um local e trabalhar apenas com alfaiataria.
Seu diferencial está na utilização do método bespoke, que vem do termo “been spoken for”. Onde o cliente escolhe o tecido para sua roupa, e participa de todo o processo de escolha, além da roupa ser feita para atender aos requisitos específicos e pessoais de um cliente. É diferente da roupa sob medida, quando o alfaiate apenas usa uma base pré-existente e a ajusta para ficar mais próxima das medidas do cliente.

alexandre imagem 2

O bespoke são peças confeccionadas uma a uma, num trabalho quase artesanal, o que garante acabamento impecável. Alinhado à isso, há também atendimento personalizado. Trabalhando com  mais de duas mil opções de tecidos – tanto nacionais como importados – que podem ser a base de qualquer tipo de roupa, desde ternos e camisas até saias e vestidos.

alexandre imagem 3

Alexandre busca atender a todo mundo e não somente ao mercado de luxo. Ele acredita que se vestir com algo feito especialmente para cada um é a maneira ideal de valorizar a individualidade.

Ter um terno por processo altamente artesanal torna-se altamente caro e é para poucos. Para ter um terno assinado por Won é preciso desembolsar a partir de R$ 6,9 mil e esperar por até quatro meses.

alexandre imagem 4

Outro projeto recente de Won foi à inauguração de uma fábrica para atender companhias interessadas em terceirizar a produção. Com 15 funcionários, entre alfaiates e operadores de máquinas, a empresa tem capacidade para produzir 50 ternos por dia. “A fábrica trabalha com os conceitos de alfaiataria sob medida. Ela também é uma maneira de manter viva a chama dessa profissão, que está praticamente extinta”, desabafa.

“O Alexandre é detalhista, moderno e atual. Ele molda a roupa no corpo do cliente. Eu nunca tinha visto isso antes. Com certeza ele é um dos maiores talentos dos últimos tempos”, diz Justus cliente de Won. ( in http://www.forbes.com.br/lifestyle/2015/06/alexandre-won-o-alfaiate-preferido-das-celebridades/)

alexandre imagem 5

Você também pode se preparar para ter seu próprio negócio, venha conhecer os cursos da Sigbol Fashion e encontre o ramo ideal para você.

*

Por Keyla Ferreira, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion.

 

Referências: 1234567 e 8.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s