Veludo está com tudo para o inverno

Quem não lembra do veludo, principalmente no inverno? Apesar de sumido, ele volta em destaque para este ano. Mas, antes de falarmos sobre este tecido quentinho, falemos um pouco de sua origem.

IMAGEM01

O veludo é um tipo de tecido que pode ser produzido por fibras naturais ou sintéticas, e tem como característica o lado avesso liso e o lado externo coberto de pelos curtos e cerrados.

Este tecido macio surgiu na Índia, e passou a ser comercializado em meados do século XIV. A origem do nome vem da palavra latina “vellutus”, ou cheio de pelos, hirsuto, e de “vellus”, pele de animal.

Nos séculos seguintes, o veludo passou a ser produzido também na Itália, nas regiões de Veneza, Florença, Gênova e Milão, ganhando fama no mundo inteiro. Mas somente era utilizado na confecção de roupas para nobres, ganhando fama de aristocrático.

IMAGEM02

O veludo no século XIX era habitualmente fabricado em seda, e muito usado na confecção de casacos e vestidos para as damas da sociedade da época. Já no século XX, foi muito usado em roupas de festas. Contudo, no final da década de 60 e inicio de 70, ressurgiu e tornou-se moda usá-lo na produção de calças, saias, vestidos e blusas para o dia a dia.

IMAGEM03

Hoje em dia, o veludo pode ser confeccionado a partir de qualquer fibra, e, atualmente, é muito produzido com as fibras de acetato e raiom, o que barateou o seu custo.

O tecido é a cara do inverno, e, além de confortável, é muito quentinho e democrático, e pode ser usado no verão e em temperaturas baixas.

Para o inverno 2015, aparece nos blazeres, calças e vestidos de mangas longas. Em modelagens formais ou informais.

IMAGEM04

Nestes dias frios, o veludo aparece em uma cartela de cores variadas, e tons de verde, amarelo, roxo, vermelho, azul e preto. Mas, caso tenha medo de apostar em peças coloridas, o preto é uma cor básica e não sai de moda jamais. Além disso, mais fácil de coordenar.

IMAGEM05

Caso queira fugir do preto, o azul marinho também é uma cor clássica, e possibilita infinitas produções, do estilo sóbrio ao criativo.

foto 20

Ao escolher uma peça em veludo, é muito importante saber como mantê-la impecável. A forma correta de guardar e lavar é essencial para durar muitas estações.

Existem alguns tipos de veludo, mas os mais usados são o veludo alemão e o cotele. O veludo cotele pode ser lavado normalmente na máquina de lavar, com sabão em pó, mas o uso de secadoras causará encolhimento. A secagem pode ser feita com a peça pendurada em local arejado e fresco. Passe na temperatura de algodão (180ºC), de preferência com tela de proteção.

IMAGEM06

Já o veludo alemão só pode ser lavado com sabão neutro e seco à sombra. A peça também deve ser pendurada e protegida com uma capa de TNT escuro. Assim como diversos tecidos com brilho, devemos passar o veludo sempre pelo avesso e, neste caso, ligeiramente úmido.

IMAGEM07

Como o veludo é formado por pequenos pelos, que podem ficar amassados, avisamos que, caso ocorra, basta aproximar o ferro do local, pelo lado direito, sem tocar a superfície do tecido, para que voltem ao normal, ou ainda usar a função vapor extra.

Para manter as peças de veludo sempre com a cara de novas é muito importante seguir as instruções das etiquetas.

IMAGEM08

*

Por Elizangela Gomes, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2 e 3

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s