Muito frio? Então vá de meia calça!

IMAGEM01

No vai e vem da moda, tem muita coisa que usamos hoje que já foi considerada, até algumas temporadas atrás, bregas e sem graça. Uma que vira e mexe retorna ao trono é a meia calça! Mas não a versão bege-cor-da-pele para não “aparecer” que conhecemos, e sim na versão aparecida e quentinha do assunto. Gostaria mas não sabe usar? Vem com a gente então:

IMAGEM02

Com o crescimento da tendência de uso de vestidos, saias, shorts, bermudas e pantacourts no inverno, a popularidade das meias coloridas e pretas, além das mais grossinhas, como as fio 70, 80, 100 ou 120 e as acrílicas felpadas, também foi às alturas.

Primeiramente, lembremos que meias-calças são tradicionalmente usadas no inverno, pois os materiais utilizados (acrílico ou poliamida, dependendo da marca e modelo) são sintéticos, ou seja, esquentam muito no verão, mesmo que ela seja fininha, como as feitas de fios 10 ou 15. Isto posto, vamos la: existem diversas formas de usar meia calça, e a mais comum é combinar a cor da meia à cor da roupa ou dos sapatos. Isso porque cria sensação de alongamento das pernas.

IMAGEM03

Mas e as coloridas? Neste caso, em que a meia tem tons diferentes da roupa ou do sapato, recomenda-se uso com look de tons neutros, para que a meia se torne protagonista do conjunto e dê impacto e modernidade ao look.

IMAGEM04

As decoradas andam fazendo muito sucesso nas últimas temporadas, e seguem a mesma idéia das meias coloridas, com a tendência de serem protagonistas dos looks. Aqui, o truque é observar o desenho que a meia forma nas pernas: com desenhos verticalizados (como risca de giz vertical, por exemplo), alongam as pernas; com desenhos horizontais, aumentam a região e dão aquele up nas pernocas.

IMAGEM05

As clássicas meias cor da pele não fazem muito sucesso, na verdade. Primeiro porque normalmente os tons de pele disponíveis destoam totalmente dos tons de pele da maioria da população (vocês já encontraram alguma que realmente seja no seu tom de pele? Porque em mim a cor de pele me dá um bronze fake incrível, então o que mais aproxima mesmo é o tom champagne, quase branco… e neste caso também fica estranho!). Segundo porque com tantas opções divertidas e diferentes por aí, as pessoas raramente apelam para o basicão. Mas, se por algum motivo houver a necessidade de usar (a Kate Middleton usa, por exemplo, porque existe um protocolo a seguir pela família real e, nesse caso, é meio que obrigação mesmo), busque a mais fina possível, a mais próxima do tom da sua pele possível (lembre-se de bisbilhotar as diversas marcas disponíveis no mercado hoje, ok?) e preferencialmente sem brilho.

IMAGEM06

A meia arrastão, também um clássico, pode ser usada, preferencialmente, em tramas mais fechadas, e em looks para o dia a dia. Cuidado com as que são muito abertas, além de não esquentarem absolutamente nada (hello, ventinho entre os fios), costumam dar efeito de tender (sim, a carne!) nas pernocas, principalmente ao sentar.

IMAGEM07

E, por fim, a meia calça modeladora: costuma ser a mais amada de todas, pois sua trama é mais forte e tende a comprimir o abdômen, ou barriguinha, e colocar tudo no lugar. Ao usar, porém, cuidado para não ficar muito justa no corpo, elas costumam apertar mais e criam efeito “bolinho” caso não esteja na numeração correta.

IMAGEM08

Agora que você já tem seu mini guia de uso de meias calças, arrasa na rua de vestidinho no inverno, e seja feliz!

*

Por Haranin Julia Maria, professora do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15 e 16

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s