Entretelas – Parte II

Na matéria anterior falamos dos tipos de entretelas, e hoje vamos falar de como aplicá-las nos tecidos.

Antes de escolher a entretela a ser aplicada, devemos pensar no tipo de tecido em que ela será utilizada: se for um tecido fino, do tipo chiffon, ou um pesado, como o jeans, por exemplo, devemos pensar em que tipo de acabamento a peça terá, e se o tipo de lavagem e tingimento podem alterar as características da peça (pois se não houver uma escolha correta da entretela, a cola poderá ser visível do outro lado).

Devemos pensar também em qual parte da peça deverá ser aplicada a entretela, pois existem diversas específicas para cada parte da peça. Pensando, por exemplo, em um terno, a entretela a ser aplicada na gola não deverá ser a mesma indicada para aplicação em um cós de saia jeans.

imagem 1

O resultado final vai depender de como queremos a peça: mais estruturada ou com um caimento mais leve? O importante é pensarmos no visual final da mesma, e em como uma entretela (quando bem aplicada) pode mudar a aparência do tecido.

imagem 2

Temos dois tipos de entretelas: com ou sem cola.

As entretelas sem cola deverão ser alinhavadas no tecido, para que não fiquem enrugadas na peça, dando aspecto de mal acabado.

imagem 3

 

Já as entretelas com cola têm uma aplicação bem simples: usa-se um ferro de passar doméstico ou industrial, tomando os devidos cuidados com a temperatura e o tempo em que o ferro deve ficar sobre a entretela. Corte-a no tamanho do molde, e aplique-a sobre o avesso do tecido (o lado mais brilhante da entretela é onde está a cola, então é este lado que deve ficar sobre o avesso do tecido). Com o ferro na temperatura média, pressione o mesmo sobre a entretela ou o tecido (se preferir coloque um papel manteiga sobre a mesma e passe o ferro por cima dele). Lembrete: a temperatura do ferro não pode ficar muito baixa senão a cola não adere normalmente e cria bolhas. O importante é pressionar bem e aos poucos. Espere a entretela esfriar antes de começar a trabalhar para que a mesma não descole ou enrugue.

IMAGEM4

Seguindo estas dicas super fáceis, suas peças ficarão perfeitas!

*

Por Ana Paula Lopomo, professora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fahion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5 e 6

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s