A história do dedal de costura

Ah, o dedal… Para os mais jovens a palavra deve ser estranha… deve invocar a cena de uma senhorinha cosendo na varanda de casa. Mas acredito que todos o conheçam, nem que seja por ouvir a vovó contar! Ele é pequeno e aparentemente sem importância, mas sua colaboração é muito grande dentro do mundo da costura, principalmente para a costura à mão. Não são todos que conseguem usá-lo, pois no início ele atrapalha um pouco e deixa o movimento das mãos limitado, mas com a prática constante e com o número certo para seu dedo, acaba ficando fácil de usá-lo. O dedal acaba sendo tão essencial quanto a tesoura e a própria agulha, pois com ele você ganha velocidade ao alinhavar e bordar, pois ao invés de apoiar a agulha no seu dedo, ela recebe impulso ao tocar o dedal, dando ao trabalho alinhamento e proporção.

FOTO 01

Ele surgiu da necessidade de proteger os dedos na hora da costura: de acordo com relatos, em torno de 10.000 a.C., havia a necessidade de se costurar couros muito densos e até mesmo madeira com as agulhas grosseiras na época, daí a necessidade de proteção. Ja pensaram como o dedo dessa galera ficaria sem o dedal, costurando couro com agulhas de osso?

FOTO 02Podem reparar que na ponta dos dedais de metal ou emborrachados, normalmente há um padrão de furinhos não vazados: eles existem com a finalidade de apoiar a agulha e devolvê-la ao tecido, o que com um dedal liso não seria possível, pois a agulha escorregaria. Então amantes da costura não use seu dedal como enfeite ou bibelô na estante só por que ele é bonitinho, coloque já o seu e vá costurar.

Grandes alfaiates e marcas de grande porte nos segmento de alta costura, que utilizam o trabalho manual com maior frequência, se utilizam até hoje do dedal como ferramenta auxiliar nos trabalhos, entre alinhavar, pregar botões, fazer casas e descosturar.

FOTO 03

Se você não tem prática, comece a usá-lo aos poucos: costure um pouco e deixe que seu dedo sinta a falta dele no momento do trabalho: com certeza ele mudará sua vida e facilitará muito suas costuras. Encontre um com a sua cara e comece já!

          FOTO 04

*

Por Andreia de Araújo, coordenadora do Núcleo de Modelagem da Sigbol Fashion

Referências: 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13 e 14

Uma opinião sobre “A história do dedal de costura”

  1. Eu adorei a idéia quero ser estilista e bom ñ tenho muitas coisas pra começar eu ganhei uma caixinha com um dedal agulha e 5 linhas de presente eu adorei por que agora posso começar a costurar minhas roupas mais eu tenho fé em Deus e sei que meu sonho vai se realizar 😘

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s