John Galliano retorna às passarelas na Maison Martin Margiela

Quase quatro anos após sua demissão da Maison Dior, em 2011, depois de ter sido filmado fazendo declarações racistas e antissemitas, o estilista John Galliano retorna às passarelas. Nomeado em outubro do ano passado, Galliano assume o cargo permanente de diretor criativo da Maison Martin Margiela. Nestes últimos quatro anos o estilista não ficou totalmente afastado do cenário mundial. Poucos meses após ser banido da Dior, desenhou o vestido de casamento da modelo Kate Moss, sua grande amiga. Posteriormente, fez uma participação rápida na Oscar de la Renta. Os detalhes deste último trabalho não foram amplamente divulgados na mídia e suas aparições foram muito discretas. Porém, mostravam sinais de que seu retorno seria iminente.

foto 2Para a coleção de Spring 2015 da linha de alta costura da Maison Martin Margiela, intitulada Artisanal, Galliano escolheu a cidade de Londres e optou por desfilar ao final da temporada masculina de desfiles. A sala abrigava apenas seletos 150 convidados, entre eles a modelo Kate Moss, o CEO da Burberry, Christopher Bailey e apenas 3 fotógrafos credenciados.

Foto 3A contratação de John Galliano para a Maison Dior resultou na ascensão da marca no mercado, que estava à beira da falência. As fantásticas coleções teatrais, dramáticas e um pouco excêntricas contribuíram para reposicionar a Dior como uma marca de luxo desejada pelas pessoas.

Foto 1Galliano fez um desfile retrospectivo, mostrando criações que representam as identidades Martin Margiela. O estilo um tanto quanto grotesco, as desconstruções e assimetrias estavam lá, costuras aparentes, tules amarrotados, tecidos usados pelo avesso, o rosto das modelos coberto por máscaras. Enfim, ninguém esperava menos do que isso ou muito diferente. Porém, havia beleza o suficiente para suprir as expectativas dos fãs do estilista. Ao invés do bizarro, Galliano mostra que Margiela também é sinônimo de minimalismo e sofisticação. Como não se emocionar com o final do desfile, a alfaiataria impecável, o estilo andrógino tomando forma na passarela, o blazer zebrado e os três lindíssimos vestidos minimalistas vermelhos ao final do show. “He is back” e seu novo lar chama-se Martin Margiela!

*

Por Danilo Centemero, professor de Visual Mershandisig e VM do Núcleo de Criação da Sigbol Fashion.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s